Notícias PROIFES

UNE aprova resolução de luta pelo #ForaBolsonaro e em defesa da vacina

A diretoria executiva da UNE esteve reunida na última quinta-feira (11/2) para planejar o próximo calendário de lutas da entidade.

No dia 21/02 os estudantes brasileiros vão engrossar carreatas em todo o Brasil em defesa da Educação e da vida. As mobilizações vão pressionar pela vacinação imediata de toda a população e por nenhum centavo a menos para a educação.

No dia 23/02 haverá um ato na Câmara Federal em defesa da aprovação de um orçamento justo para a educação, e no dia 24/02 as ações nas redes continuam pelo financiamento do setor e por assistência estudantil.

Em meio à pandemia, momento em que as universidades se mostraram imprescindíveis para a comunidade, o Ministério da Educação está impondo cortes de 1 bilhão no orçamento das instituições federais de ensino. Estes cortes mais uma vez chegam a ameaçar o funcionamento de algumas universidades.

Finalmente no dia 25/2 os estudantes de todo o Brasil se juntam a entidades e movimentos sociais na Mobilização Nacional pelo #ForaBolsonaro, em defesa da Vacina.

Para a UNE o governo do presidente Bolsonaro tem aprofundado as consequências da crise sanitária, política, econômica e social e, cada vez mais, vem mostrando ser o governo da morte, da anticiência, do obscurantismo e do aumento da pobreza e da desigualdade.

Os diretores da UNE aprovaram ainda sua participação na luta no dia da mulher, no 08 de março e uma Resolução em defesa da Educação e da Vida.

Retorno às Aulas

No documento aprovado pela entidade a UNE defende um retorno às aulas de forma híbrida (presencial e remoto) e/ou alternado, para reduzir quantidades de alunos por sala. A entidade quer garantir que “não se coloque em risco a vida de professores, trabalhadores e estudantes no processo” e por isso, que qualquer volta às aulas presenciais ocorra diante uma ampla discussão com todos os setores das universidades, garantindo a democracia universitária e dando voz a trabalhadores e estudantes, e especialistas da área da saúde. Para isso eles enumeraram protocolos fundamentais para conter a

contaminação no ambiente educacional que incluem turmas reduzidas e concursos para novos professores para aumentar a diminuir o tamanho das turmas. Leia na íntegra.

Volta auxílio emergencial

Os estudantes também estão preocupados com a crise no país e ressaltam que o auxílio emergencial, fruto de muita luta no Congresso Nacional, foi fundamental para a economia e o que garantiu o sustento de milhões de famílias brasileiras. Para a UNE enquanto a pandemia não acabar, o auxílio precisa sem mantido.

Fonte: UNE

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Menu