Notícias PROIFES

Termo de Acordo assinado pelo PROIFES em 3 de agosto de 2012: ativos terão maior salário real em 20 anos

O Termo de Acordo assinado pelo PROIFES em 3 de agosto de 2012 dá continuidade à elevação progressiva e significativa do salário real do professor da ativa que, sendo adjunto 4, doutor, ficou – às vezes por muitos anos – represado nessa classe e nível por inexistência de possibilidade de progressão na carreira, conforme demonstrado a seguir. Com a criação da nova classe de associado em 2006 – uma conquista do PROIFES – esse docente pôde alcançar, sucessivamente, o posto de associado 1 (maio/06), associado 2 (maio/08), associado 3 (maio/10) e, finalmente, associado 4 (maio/12). Esse mesmo docente – e, claro, todos os demais – tem ainda, pelo Acordo firmado, a possibilidade de chegar à classe de titular sem ter que fazer concurso público, o que poderá lhe proporcionar ainda maiores ganhos.

É importante registrar que a trajetória dos salários reais de todos os docentes, ativos e aposentados, das diversas classes e níveis, foi também fortemente ascendente – no mesmo período.

Os professores do Magistério Superior (MS) terão até 2015, como consequência da assinatura desse Termo de Acordo pelo PROIFES, o poder aquisitivo de suas remunerações elevado aos maiores patamares dos últimos 20 anos. Para os professores do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (EBTT) as vantagens são maiores ainda, porque, até 2008, seus vencimentos eram em média 22% inferiores aos do MS, situação essa superada pelo PROIFES quando da assinatura do Termo de Acordo de 20 de março de 2008.

A metodologia de cálculo foi baseada em previsão de inflação de 5% ao ano até março de 2015; foram utilizados os índices de custo de vida do DIEESE (janeiro de 1995 a junho de 2012).

Foi assim construído o gráfico abaixo, que representa a evolução dos valores reais da remuneração do professor adjunto 4, doutor, conforme acima indicado, desde janeiro de 1995.

Vê-se que a partir do início de 2006, quando entrou em vigor o aumento resultante da primeira negociação do PROIFES e até março de 2015, passando pelos quatro acordos assinados pela entidade (2007, 2008, 2011 e 2012), há recuperação contínua e pronunciada das remunerações.

O poder aquisitivo real do salário do docente aqui referido será, em março de 2015, 40% superior ao que era em janeiro de 1995 e 78% maior do que em janeiro de 2006. As planilhas geradoras do gráfico abaixo podem ser encontradas aqui.

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Menu