Notícias PROIFES

SINDIEDUTEC: servidores/as cobram do IFPR compromissos com a democracia

Na quarta-feira do dia 14 de novembro, representantes do SINDIEDUTEC-Sindicato se reuniram com o Reitor do IFPR e alguns de seus assessores diretos para discutir uma série de reivindicações e cobranças feitas pelos Servidores e Servidoras da base que até então estavam sem resposta. Representando a categoria trabalhadora estavam presentes Otávio Bezerra Sampaio, Presidente, Nilton Ferreira Brandão, Diretor Financeiro, e Cézar Fonseca, Diretor de Assuntos da Carreira Técnico-Administrativo.

Ao todo foram 15 ofícios que foram encaminhados à Reitoria, entre pedidos de esclarecimento, notificações e decisões, que careciam de resposta. Muitos dos ofícios inclusive em redundância, resgatando assuntos que ficaram sem resposta. Todos temas de suma importância, como a necessidade de criação de políticas de inclusão para Portadores de Necessidades Especiais, mas ainda há questões urgentes, como a Defesa da Democracia e da Educação Pública.

No quadro abaixo você pode ver como ficaram os principais temas:

O IFPR precisa se organizar pela Defesa da Democracia, daí a importância de se instituir uma Comissão em Defesa da Educação Pública. O Ensino Público de qualidade é um valor republicano que não pode ser atacado pelo novo governo, com posições autoritárias e privatizantes. A organização e mobilização política são a única forma de defender não apenas os Institutos Federais, como todo o sistema de ensino público e gratuito.

Da mesma forma, o presidente eleito falou em algumas oportunidades que não aceita o processo democrático nas Universidades e Institutos Federais, preferindo indicar seus favoritos para as Reitorias. O provável ministro da educação, por exemplo, Ricardo Velez Rodrigues, luta contra debate de gênero e milita a favor da “escola com mordaça”. O IFPR continua sob intervenção do MEC, sendo assim urgente a realização de Eleições Democráticas Já, evitando que o Instituto seja o primeiro a sofrer dos desmandos da presidência.

O SINDIEDUTEC segue na luta pela manutenção de direitos e pela democracia sempre, cobrando que o IFPR esteja alinhado com estes princípios.

Fonte: Ascom SINDIEDUTEC-Sindicato

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Menu