Notícias PROIFES

Sindiedutec faz campanha contra assédio moral

O Sindicato dos Trabalhadores da Educação Básica, Técnica e Tecnológica do Paraná (Sindiedutec) iniciou nesta semana campanha que combate o assédio moral no Instituto Federal do Paraná. Cartazes, panfletos e diálogo com servidores docentes e técnicos serão desenvolvidos permanentemente. O mote utilizado pelo sindicato é: “Assédio Moral: Enfrente de cabeça erguida”.

A necessidade de aumentar o combate ao assédio se intensificou após encontro de representantes estaduais realizado no fim de maio. Na oportunidade, os representantes apresentaram queixas de que servidores estavam sendo constrangidos por causa da paralisação do dia 25 de abril. O alvo, segundo eles, foi principalmente técnicos e professores em estágio probatório. “Como o IFPR é uma instituição nova, a maioria dos nossos profissionais ainda está em estágio. E isso, muitas vezes é utilizado para pressionar o trabalhador. O estágio é um momento de aprendizado e adequação, não de constrangimento”, defende Magnus Goulart, secretário de assuntos jurídicos do Sindiedutec.

No material de combate ao assédio, estratégias dos assediadores, formas de se prevenir ao assédio, além de incentivo a denuncia por parte do servidor são enfocadas. O primeiro material destaca: “Assédio moral é toda e qualquer conduta abusiva (gesto, palavra, comportamento, atitude ou ameaça velada) que atente, por sua repetição ou sistematiza­ção, contra a dignidade ou a integridade psíquica ou física de uma pes­soa, pondo em risco seu emprego ou degradando o clima de trabalho”

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Menu