Notícias PROIFES

Reunião da Mesa de Negociação de Carreira marcada para 22 de junho

Após período de intensa pressão do PROIFES junto a parlamentares objetivando a reabertura, pelo Governo, do diálogo sobre Carreira, foi finalmente marcada pelo MPOG nova reunião da Mesa de Negociação, prevista para o dia 22 de junho, às 15h.

Nas últimas semanas o PROIFES foi por diversas vezes recebido em audiência por diversos deputados vinculados à educação, mais destacadamente: Gilmar Machado, Vice-Líder do Governo no Congresso Nacional; Fátima Bezerra (PT/RN), integrante dessa mesma Comissão; Ângelo Vanhoni (PT/PR), Presidente da Comissão de Educação e Cultura; e Carlos Abicalil (PT/MT).

O PROIFES solicitou aos parlamentares apoio – tendo os mesmos se comprometido a tentar sensibilizar o Executivo – para que fossem consideradas as várias questões de princípio contidas na proposta da entidade, entre as quais as que se referem aos seguintes pontos:

a)Equiparação salarial da Carreira Docente com a de Ciência e Tecnologia (teto de 15 mil reais);

b)Respeito à trajetória dos docentes (ativos e aposentados) do Ensino Superior (ES) e do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (EBTT) quando do enquadramento na carreira reestruturada*.

c)Manutenção da equivalência remuneratória e de carreira entre os docentes do ES e os do EBTT, conforme conquistado em 2008;

d)Garantia de progressão da primeira classe/nível até a última por mérito acadêmico; os docentes possuidores de diferentes titulações continuariam a ter o mesmo vencimento básico, recebendo Retribuições de Titulação (RT) diferentes.

 

* Muitos desses docentes, por motivos alheios à sua vontade, ficaram retidos na mesma classe e nível da Carreira por vários anos, sem possibilidade de progressão. Isso se aplica, conforme vem insistindo o PROIFES, aos professores ativos e aposentados que permaneceram como adjunto 4 por longo tempo, não tendo, com a criação da classe de associado, sido tratados de forma justa – os docentes da ativa puderam progredir apenas para associado 1, independentemente de seu tempo anterior de represamento como adjuntos 4; enquanto que os aposentados permaneceram como adjuntos 4, sem nenhum enquadramento que levasse em consideração sua dedicação anterior.

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Menu