AGÊNCIA PROIFES

Representantes do ADURN-Sindicato se reúnem com o presidente do TST para tratar de ação dos Precatórios

Representantes do ADURN-Sindicato se reúnem com o presidente do TST para tratar de ação dos Precatórios

Na última quinta-feira (17), o presidente do ADURN-Sindicato, Oswaldo Negrão, se reuniu com o presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Emmanoel Pereira. O encontro aconteceu um dia após a posse do ministro e também contou com a presença do diretor do sindicato, Wellington Duarte, e das advogadas Andreia Munemassa e Kátia Nunes.

Demandada pelo ADURN-Sindicato e prontamente atendida pelo presidente do TST, a reunião teve por objetivo pedir celeridade no julgamento do processo conhecido como “Precatórios” que, atualmente, se encontra na 3ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho.  A conversa se deu em um ambiente bastante receptivo. Na oportunidade, as advogadas relataram o andamento do processo ao ministro, ressaltando que a ação possui características de alta complexidade, o que exige um olhar atento da Justiça do Trabalho. Emmanoel Pereira, por sua vez, disse estar empenhado para que os processos possam tramitar de forma célere, observando sempre os princípios legais.

Durante o encontro, Oswaldo Negrão reforçou a necessidade de “encerrarmos esta longa batalha iniciada em 1991, que desde 2015 está em fase de execução”. Nesse sentido, o presidente do sindicato destacou que o sindicato está tomando todos os encaminhamentos possíveis para que haja o melhor desfecho possível para os professores e professoras demandantes da ação. Já Wellington Duarte se disse feliz com o contato “e com a possibilidade de darmos andamento a esse processo, para a sua conclusão”.

“O Sindicato segue atento a todos os passos que venham a ser dados no TST, enquanto espera, por parte dos procuradores da Advocacia Geral da União (AGU), um posicionamento acerca da proposta de acordo que está sendo encaminhado por via administrativa desde o final do ano passado”, concluiu Andreia Munemassa.

Saiba mais sobre o processo dos Precatórios AQUI

Fonte: ADURN-Sindicato

 

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Menu