AGÊNCIA PROIFES

Reforma da Previdência: Fórum Goiano e ADUFG participam de debate na Câmara

Notícias PROIFES

Reforma da Previdência: Fórum Goiano e ADUFG participam de debate na Câmara

Membros da diretoria do ADUFG-Sindicato e do Fórum Goiano Contra a Reforma da Previdência e Trabalhista participaram na manhã desta quarta-feira, dia 13 de março, de uma reunião com o vereador Felizberto Tavares. O encontro, que teve como pauta a Reforma da Previdência, se estendeu para uma sessão no plenário, onde o também vereador e presidente da Câmara Municipal de Goiânia, Romário Policarpo, participou do debate. Participaram do ADUFG-Sindicato o Diretor Vice-Presidente e de Comunicação, Walmirton Tadeu D’ Alessandro, a Diretora de Convênios e de Assuntos Jurídicos, Ana Christina de Andrade Kratz, e o Diretor de Assuntos de Aposentadoria e Pensão, Abraão Garcia Gomes.

Tavares abriu sua fala no plenário apresentando os membros do Fórum Goiano e elogiando a luta sindical contra a proposta do governo federal para a reforma da previdência. Depois, o vereador contou sobre a reunião que participou nesta terça-feira, dia 12 de março, em Brasília para tratar sobre o tema. Tavares criticou, ainda, a Medida Provisória proposta pelo governo que retira a possibilidade dos sindicatos efetuarem os descontos da contribuição, mesmo de forma autorizada, dos trabalhadores. “Como dizem os antigos, se não abrirmos a capa do olho seremos liquidados. O objetivo do governo é aniquilar o único contrapeso na relação capital-trabalhador, que são os sindicatos”, disse.

Em seguida, Policarpo criticou a postura do presidente Jair Bolsonaro com relação às principais questões do país, sobretudo a Reforma da Previdência. O vereador pontuou que estão sendo incluídos na proposta diversos itens que não tem nenhuma relação com a previdência social, que está pagando pelo erros administrativos do Estado. “O problema do Brasil não é político, é administrativo, porque dinheiro tem e muito. É muito importante que essa casa (Câmara Municipal de Goiânia) se posicione quanto a isso”, argumentou.

O diretor de Assuntos de Aposentadoria e Pensão do ADUFG-Sindicato, Abraão Garcia Gomes reforçou o compromisso da instituição na luta contra a reforma. Segundo ele, desde o governo anterior diversas ações vêm sendo desenvolvidas para o combate da proposta. “Não está sendo fácil, por isso é importante construirmos uma frente ampla. Estamos fazendo o possível para dialogar de forma saudável, aceitar os itens dessa reforma que podem ser realmente benéficas para o trabalhador, e descartar o que pode prejudica-lo. Esse é o nosso compromisso”, ponderou o diretor.

Para o vice-presidente do sindicato, Walmirton Tadeu D’ Alessandro, a reforma deve sucatear a Funpresp e entregar a previdência aos bancos.  Além disso, a proposta pode acabar com a aposentadoria por invalidez e abrir o capital da previdência para exploração internacional. “Tudo isso diminui a segurança do trabalhador. Eu acho que as pessoas ainda não têm conhecimento e dimensão do que essa reforma está propondo”, criticou.

Fonte: Ascom ADUFG-Sindicato

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Menu