Notícias PROIFES

PROIFES participa de atos públicos em prol da educação e dos direitos dos trabalhadores

No Dia do Estudante (11), membros da Comissão Nacional de Mobilização do PROIFES-Federação participaram em Brasília de três grandes eventos em prol da educação pública de qualidade, dos direitos dos trabalhadores, da democracia, da Petrobras e do serviço público.

O primeiro foi o Ato Público em Defesa da Democracia, da Educação e da Petrobras, que foi realizado no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados. De modo geral, a manifestação foi a favor da Petrobras como operadora obrigatória do pré-sal, como prevê a Lei da Partilha e contra o Projeto de Lei 131/2015, de autoria do senador José Serra (PSDB-SP), que derruba a participação mínima de 30% da estatal na exploração do petróleo da camada do pré-sal.

Presente na Mesa, o Presidente do PROIFES-Federação, professor Eduardo Rolim de Oliveira (ADUFRGS-Sindical), afirmou que para avançar é preciso fazer uma reforma tributária, de modo que os ricos paguem a conta da crise econômica que criaram, ao invés da conta ser apresentada apenas aos trabalhadores. Lembrou o recente estudo da Receita Federal que mostra que 71 mil brasileiros detêm cerca de 30% da renda nacional. O dirigente ainda fez um breve relato sobre a situação atual dos professores. “Nós estamos vivendo um momento delicado, há diversos movimentos de greve. Precisamos que haja negociação salarial. Precisamos de mais direitos e mais avanços na vida dos trabalhadores. Estamos juntos nessa luta”, pontuou.

Após encerramento do Ato, os participantes dirigiram-se ao Senado e entregaram uma “Nota Pública em Defesa da Democracia, da Educação e da Petrobras”, ao presidente da Casa, Renan Calheiros.

O evento foi organizado pela União Nacional dos Estudantes (UNE), pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), pela Campanha Nacional pelo Direito à Educação, pela Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), pela União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), pela Federação Única dos Petroleiros (FUP), pela Federação de Sindicatos de Trabalhadores, Técnico-Administrativos em Instituições de Ensino Superior (Fasubra),  pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Agricultura (Contag), pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST)  e  pela Frente Parlamentar Mista em Defesa da Petrobras, além do PROIFES-Federação.

Compuseram a Mesa e se pronunciaram, além do Presidente do PROFES-Federação, os Senadores Fátima Bezerra (PT-RN), Lindbergh Farias (PT-RJ), o Deputado Davidson Magalhães (PCdoB-BA) e os representantes da CNTE (Marta Vanelli), da UNE (Carina Vitral), da UBES (Bárbara Melo), da Fasubra (Mário Costa), da FUP (Zé Maria), da Campanha (Catarina de Almeida Santos) e da CTB (Adilson Araújo).

Comissão da Educação

O segundo compromisso foi a Audiência Pública promovida pela Comissão de Educação da Câmara dos Deputados para debater a importância da pós-graduação e dos direitos dos pós-graduandos. Na mesa principal estavam Fernanda Sobral, Conselheira da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC); Márcio Filho, Representante do MEC; Deputada Alice Portugal (PCdoB/BA); Tamara Naiz, Presidente da ANPG e Gustavo Balduíno, Secretário Executivo da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (ANDIFES).

Os participaram fizeram uma análise dos avanços e problemas da pós-graduação brasileira, ressaltando alguns pontos que podem ser melhorados, como a criação de licença-maternidade. A maioria posicionou-se contra os cortes dos recursos da pós-graduação, incluídos no contingenciamento dos recursos do Orçamento da Educação, que contam com o total repúdio do PROIFES-Federação.

Em discurso aos presentes, a Professora Cláudia Miranda Souza (Presidente da APUB-Sindicato) falou sobre a expansão e interiorização dos cursos. “Muitos professores dos campi do interior são professores que ainda não têm doutorado, apenas metrado. O desafio é qualificar. Esse processo tem que garantir a qualificação desses docentes, pois esses programas, além de gerar conhecimento, também geram melhorias nas regiões. Somos a favor da expansão e não vamos aceitar retrocessos no cenário de crise”, disse.

Durante os trabalhos da Comissão, circulou a resposta do Ministério da Educação ao ofício do Deputado Ivan Valente (PSOL/SP) sobre o Programa de Doutorado de Sanduíche no Exterior e de outros programas de concessão de bolsas em cursos de pós-graduação. (Leia o conteúdo na íntegra).

Marcha das Margaridas

Por fim, o PROIFES participou da abertura da 5ª Marcha das Margaridas, evento que apoia a luta das trabalhadoras rurais e que neste ano teve como tema “Desenvolvimento Sustentável com Democracia, Justiça, Autonomia, Igualdade e Liberdade”. Com participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ato aconteceu já à noite, no Estádio Nacional Mané Garrincha.

A Diretora do PROIFES-Federação, Gilka Pimentel (ADURN-Sindato), destacou que “o PROIFES tem discutido muito em seus encontros a necessidade de ampliação da luta contra a discriminação das mulheres, tendo sido inclusive criados dois Grupos de Trabalhos coordenados pela Professora Glorya Ramos para tratar das questões de gênero e de discriminação racial, prova que a Federação está próxima dos movimentos sociais, e desta forma é muito importante acompanhar e apoiar eventos como a Marcha das Margaridas”.

Já o ex-Presidente Lula, em seu discurso, destacou a força das mulheres do movimento social e referindo-se à Presidente Dilma disse que “ousamos eleger uma mulher que aos 20 anos foi presa e torturada. E hoje, com a coragem das mulheres, ninguém ameaçará a democracia”, ressaltou, em clara manifestação contra as tentativas de impeachment.

Veja abaixo a lista de representantes do PROIFES que participaram dos atos dessa terça-feira:

Eduardo Rolim de Oliveira(ADUFRGS-Sindical)

Nilton Ferreira Brandão (SINDIEDUTEC- PR)

Gilka Silva Pimentel (ADURN-Sindicato)

Cláudia Miranda Souza (APUB Sindicato)

Flavio Alves Silva (ADUFG-Sindicato)

Leopoldina Cachoeira Menezes (APUB Sindicato)

Danielle Souto de Medeiros (APUB Sindicato)

Harim Revoredo de Macedo (ADURN-Sindicato)

Ricardo Kleber Martins Galvão (ADURN-Sindicato)

Ana Christina de Andrade Kratz(ADUFG-Sindicato).

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Menu