AGÊNCIA PROIFES

PROIFES-Federação participa do Fórum Social das Resistências em Porto Alegre, de 26 a 30 de abril

PROIFES-Federação participa do Fórum Social das Resistências em Porto Alegre, de 26 a 30 de abril

Entre os dias 26 e 30 de abril Porto Alegre (RS) receberá o Fórum Social das Resistências (FSResistências2022), evento que faz parte das atividades articuladas entre Brasil e América Latina para o Fórum Social Mundial (FSM), que este ano acontece na cidade do México de 1 e 6 de maio.

O PROIFES-Federação participará de ambas as etapas do FSM, no Brasil e no México. Em Porto Alegre, as ações do PROIFES serão centradas no tema da fome. Intitulada “Fome não é fake – Direitos Humanos negligenciados no Brasil pós-golpe”, a primeira atividade da Federação será realizada na manhã da próxima quarta-feira, 27.

“A participação do PROIFES-Federação no Fórum Social das Resistências faz parte da da denúncia das complicações que o país enfrenta sob o atual governo, com ameaças à democracia e à vida humana, retorno ao mapa da fome e da pobreza, e aumento do desemprego”, declara Rosângela Gonçalves, diretora do Grupo de Trabalho (GT) de Direitos Humanos, Raça/Etnicidade, Gênero e Sexualidades do PROIFES.

No período da tarde, o PROIFES realiza a performance: Procissão “Nossa Senhora da Fome”, que vai percorrer o Largo Glenio Peres, chamando a atenção do público para esta que é uma das piores as mazelas que voltaram a assolar o Brasil. Esta é a segunda vez que a Federação realiza esta performance. A primeira aconteceu durante a Semana de Direitos Humanos, no último mês de dezembro, e percorreu as principais ruas de Brasília, Distrito Federal.

Além de Rosângela, as atividades do PROIFES contarão também com a participação do presidente do ADURN-Sindicato, Oswaldo Negrão, e das professoras Maria Elizabeth da Silva (APUB-Sindicato) e Sônia Ogiba (ADUFRGS-Sindical). “A Federação analisa a questão social da categoria docente no seu todo, e não apenas na parte profissional, mas também sua existência enquanto ser humano e de toda comunidade escolar na qual atua”, acrescentou a diretora do GT Direitos Humanos do PROIFES.

Realizado pela primeira vez em 2017, o FSM busca por meio da realização, ampla e aberta, de Assembleias de Convergências Autogestionadas discutir as causas das crises, apresentar propostas e organizar iniciativas. O FSResistências2022 contará com 14 Assembleias de Convergências com um leque variado de temas e composto por segmentos sociais plurais.

Consulte a programação geral do Fórum Social das Resistências aqui

Programação do PROIFES-Federação no Fórum Social das Resistências 2022

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Menu