Notícias PROIFES

Posse da nova diretoria do Conif conta com a presença do PROIFES

O presidente da ADUFG-Sindicato, Flávio Alves da Silva, o vice-presidente da ADUFRGS-Sindical, Lucio Vieira, e o presidente do Sind-PROIFES, Valdemir Alves Junior, representaram o PROIFES-Federação na posse da diretoria executiva do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), que ocorreu na manhã desta quarta-feira, 17, em Brasília.

A solenidade que empossou o reitor do Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFSul) Marcelo Bender Machado como presidente do Conselho contou com a presença do Ministro da Educação, Aloizio Mercadante, do Secretário de Educação Profissional e Tecnológica (Setec), Marcelo Machado Feres, além de parlamentares e autoridades da área.

O Ministro pediu engajamento do Conif na formação de docentes, já que 2/3 dos professores no Brasil não são formados em física e estão lecionando a disciplina. De acordo com Mercadante, não dá tempo de formar para substituir. Será necessário lançar um programa para que os docentes façam uma licenciatura multidisciplinar e uma segunda graduação, especialmente nas ciências exatas e a Rede terá que se preparar para isto.

Outro ponto abordado pelo Ministro foi a necessidade de articular o Pronatec com a Educação de Jovens e Adultos (EJA) e que a Educação a Distância é o futuro. Falou sobre o lançamento do E-Pronatec, com multiplataforma que agregará a TV Escola, a plataforma do MEC e TV Futura. “Iremos lançar o MECFlix. Então ao chegar em casa, em vez de assistir o NetFlix, vai ver uma aula, um estudo, um exercício. E com isto, nos vamos fomentar a educação técnica e profissional com um grande programa de educação a distância e estimulada”.

Marcelo Feres da Setec destacou a parceria com o Conif no último ano de 2015 e ressaltou que mesmo com as dificuldades em relação ao orçamento e à expansão, a Rede recebeu 12.9% a mais de matrículas, sendo que a previsão para 2016 é que este número chegue a 17%. O secretário disse ainda que a política possui impactos de curto, médio e longo prazos e apesar dos avanços é necessário estabelecer planos plurianuais.

Em seu discurso de posse, o novo presidente do Conif lembrou que a Rede Federal conta hoje com mais de 600 campus em funcionamento e cerca de um milhão de alunos. “Sendo o Conif esta instância de discussão e proposição de políticas de desenvolvimento da formação profissional e tecnológica, pesquisa e inovação, temos o papel estratégico de estudar, propor, defender e implantar ações que correspondam às expectativas que se construíram na população a partir deste projeto estratégico dos institutos federais”, afirmou.

O professor Flávio Alves da Silva, que também ocupa a vice-presidência do PROIFES, ressalta o trabalho que a entidade vem desenvolvendo com o Conif e os resultados positivos que os docentes dos Institutos Federais têm recebido com esta parceria. “Atuamos juntos em diferentes grupos de trabalhos que discute desde temas mais amplos como a autonomia universitária aos mais específicos, como as diretrizes para o Reconhecimento de Saberes e Competências”, concluiu.

A diretoria eleita prioriza como Plano de Ação para 2016 a consolidação da Rede Federal. Além de iniciativas organizacionais internas, as ações incluem a ampliação da relação do Conif com o parlamento brasileiro, a construção de canais de diálogo mais efetivos com a sociedade, a concretização do mestrado profissional para a Rede Federal e o fortalecimento da política de internacionalização.

A diretoria será composta ainda pelos reitores Jerônimo Rodrigues da Silva (IFG), na vice-presidência; Paulo Roberto de Assis Passos (IFRJ), diretor Administrativo; Francisco Roberto Brandão Ferreira (IFMA), na diretoria Financeira; e Antônio Venâncio Castelo Branco (Ifam), que será o primeiro diretor de Relações Institucionais do Conif.

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Menu