Notícias PROIFES

Parlamentares do Ceará demonstram apoio ao movimento grevista dos professores das universidades federais

Fonte: ADUFC

Foi realizada na sexta-feira, na Assembleia Legislativa do Ceará, audiência pública sobre a greve dos professores nas universidades federais cearenses. Os docentes vestiram a camisa da greve e compareceram em massa à audiência, que contou com a presença do Senador Inácio Arruda (PCdoB), dos Deputados Federais Artur Bruno (PT) e Chico Lopes (PC do B), dos Deputados Estaduais Lula Morais(PCdoB), Eliane Novaes (PSB) e Professor Teodoro (PSD), além do professor Ciro Nogueira Filho, que representou o Reitor da UFC, Jesualdo Farias, e do presidente da ADUFC-Sindicato, Marcelino Pequeno.

O senador Inácio Arruda destacou a recente aprovação do Plano Nacional de Educação, com destinação de 10% do PIB para a área nos próximos dez anos. Segundo ele, o movimento grevista dos professores das universidades federais tem o apoio do Senado e da Câmara.

O deputado Artur Bruno afirmou que a pressão dos movimentos sociais ligados à educação deve continuar e disse que é fundamental o diálogo permanente  com o Governo Federal. Ele se mostrou disposto a apoiar o movimento dos grevistas das universidades federais cearenses e lembrou que na próxima terça-feira haverá reunião com o ministro Aloizio Mercadante. Artur Bruno também convidou o presidente da ADUFC-Sindicato, Marcelino Pequeno, a participar desse encontro.

O professor Marcelino Pequeno apresentou a pauta de reivindicações dos docentes da UFC e da Unilab e a proposta de reestruturação da carreira docente elaborada pelo PROIFES-Federação. O principal ponto de reivindicação é a equiparação da carreira docente com os técnicos do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

O professor Ciro Nogueira encerrou as falas da mesa ressaltando que não há como atrair os jovens para a carreira docente com salários tão baixos. Ele afirmou, ainda, que a administração superior da UFC reconhece e acha justas as reivindicações dos professores. “Nós contamos com apoio dos sindicatos, da ANDIFES e dos parlamentares federais para pressionar o governo a apresentar uma proposta o mais breve possível”, finalizou.

A diretoria da ADUFC-Sindicato apresentou moção de apoio ao movimento grevista dos professores das universidades federais do Ceará. O texto será levado para aprovação dos parlamentares pelo deputado Lula Morais.

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Menu