AGÊNCIA PROIFES

Organização do movimento sindical norteou penúltimo debate da etapa regional do XVI Encontro Nacional da Proifes

Notícias PROIFES

Organização do movimento sindical norteou penúltimo debate da etapa regional do XVI Encontro Nacional da Proifes

“Momento político atual é muito difícil e o movimento sindical é fundamental para amenizar os impactos provocados por um governo que tem o desmonte do Estado Democrático de Direito como objetivo”, afirmou o presidente da Proifes-Federação, professor Nilton Brandão, nesta quinta-feira (01/10), no penúltimo debate virtual da etapa regional do XVI Encontro Nacional da Proifes. A live foi mediada pelo presidente do Sindicato dos Docentes das Universidades Federais de Goiás (Adufg-Sindicato), professor Flávio Alves da Silva.

Brandão destacou que, mesmo diante da pandemia do novo coroanvírus (Covid-19), pautas importantes foram debatidas e ganharam destaque nacional, como a luta pela renda emergencial, as ações contra ataques aos serviços públicos e, principalmente, a mobilização em prol da aprovação do Fundeb. “Foi uma vitória ímpar para a educação brasileira. Fizemos esse enfrentamento por meio de lives e discussões nas redes sociais. Há luz no fim do túnel”, disse.

O presidente da Proifes também destacou que não é possível descolar o movimento sindical não pode ficar alheio à crise política e à pandemia. “O governo se agregou à crise sanitária para movimentar a própria agenda política, desdenhando da dor das pessoas sem nenhuma ação articulada com estados e municípios. São negacionistas que negam a universidade”, disse.

Nilton Brandão também defendeu que o movimento sindical continue lutando de todas as formas por condições mínimas em todas as áreas. “Não tem como compreender a realidade que vivemos se, antes, não compreendermos que, desde o golpe de 2016, vem sendo desenvolvida uma perspectiva de um novo estado brasileiro”, completou.

Fonte: Ascom ADUFG-Sindicato

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Menu