PROIFES | Federação de Sindicatos de Professores e Professoras de Instituições Federais de Ensino Superior e de Ensino Básico Técnico e Tecnológico

Comunicação

Notícias Sindicatos Federados

ADUFG recebe prêmio Amigos da Ciência

Publicado em : 19/12/2018

Na noite desta terça-feira (18/12), o Adufg-Sindicato esteve entre os agraciados pelo prêmio Amigos da Ciência, concedido pela Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) – Regional Goiás. O sindicato foi representado pelo seu presidente, Flávio Alves da Silva, que também compôs a mesa diretora da premiação. A cerimônia também entregou o V Prêmio SBPC de Popularização da Ciência, que premiou pesquisadores de todas as esferas acadêmicas, do ensino básico à pós-graduação, em seis áreas do conhecimento. O evento ocorreu no auditório do Instituto Histórico e Geográfico de Goiás (IHGG), na Praça Cívica.

A mesa foi composta por Márcia Pelá, secretária regional da SPBC – Regional Goiás; Romão da Cunha Nunes, conselheiro nacional da SBPC; Milca Severino Pereira, pró-reitora de Pós-Graduação e Pesquisa da PUC-Goiás; Liana Jayme Borges, representando a pró-reitora de Extensão e Cultura da UFG, Lucilene Maria de Sousa; Eleuzenira Maria de Menezes do IHGG; por Zaíra Turchi, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg) e pelo professor Flávio Alves da Silva.

Também receberam o prêmio de Amigos da Ciência a Universidade Federal de Goiás (UFG); a Associação de Pós-Graduandos (APG/ UFG); o deputado Francisco de Oliveira; o  diretor do Centro de Ensino e Pesquisa Integral (Cepi) Pedro Gomes, Professor José Joaquim Gomes Neto; o professor do Colégio Estadual Professora Alzira Alves de Queiroz, Lucas Filho; e o professor do IFGoiano de Rio Verde, Paulo Sérgio Pereira.

“Hoje é dia de celebração, fechamento de um ano muito difícil, de coisas que muitas vezes não queremos sentir nem ver mas que enquanto cientistas precisamos enxergar”, disse Márcia Pelá em sua fala de abertura, “para nós, o Prêmio de Popularização da Ciência é uma das iniciativas chave da SPBC-Goiás, porque faz a ponte entre a produção do conhecimento científico com o conhecimento científico na escola. Precisamos integrar ciência produzida com ciência ensinada. Nossas escolas precisam mais do que nunca do conhecimento científico”.

“O Adufg-Sindicato sempre foi parceiro da SBPC-Goiás que tem um papel espetacular pela pesquisa em nosso Estado e trabalhou muito pela criação e manutenção da Fapeg”, disse Flávio, que destacou a importância da preservação da ciência no contexto atual. “No próximo governo teremos muitos desafios. Temos que lutar pela Fapeg. Sempre participo dos editais, sou pesquisador, sei da importância do seu papel nas nossas pesquisas. Os investimentos em ciência e tecnologia caíram drasticamente no Brasil. Isso é lamentável. País que deixa de investir em ciência e tecnologia é país sem futuro. A ciência tem que estar em todo lugar, desde o ensino fundamental”, afirmou.

O professor Romão relembrou que há 20 anos estava engajado na luta pela ciência em Goiás que culminou na criação da Fapeg. “Naquela época estávamos em último lugar [na produção de ciência] e agora somos os terceiros no país. Nossa luta serviu para isso e agora é pela preservação da Fapeg que hoje é um patrimônio que deve ser valorizado por toda a comunidade científica”.

A professora Eleuzenira destacou a importância de popularizar a ciência: “quando fiz meu mestrado, queria fazer algo que não fosse ficar nas gavetas e prateleiras esperando para ser consultado, mas que fosse até as pessoas e até a periferia”. “É uma honra participar deste momento da premiação de grandes trabalhos que fazem a diferença. Apoiamos muito diminuir a distância entre a ciência e a população. Nosso grande objetivo como universidade e extensão é fazer com que a sociedade tenha conhecimento e acesso à importância dessa ciência”, completou a professora Liana Jayme Borges.

A professora Zaíra agradeceu o carinho e as palavras dos demais professores e destacou também o papel da SBPC pelo fomento da ciência no Estado. “Não é possível nenhum desenvolvimento sem o conhecimento e a tecnologia que a ciência propicie para transformar em emprego e riqueza”, disse e salientou que entre os premiados da noite estavam pesquisadores que receberam apoio da Fapeg.

Fonte: Ascom ADUFG-Sindicato














Três mulheres e uma paixão: a ciência

Três mulheres e uma paixão: a ciência

 18/03/2019

Evento organizado pela ADUFRGS-Sindical debateu o papel feminino na sociedade e na ciência Quem compareceu à mesa-redonda pelo Dia Internacional da Mulher realizada pela ADUFRGS-Sindical na última semana, saiu com a certeza de que, se depender das três professoras [...]




GO!Sites