PROIFES | Federação de Sindicatos de Professores e Professoras de Instituições Federais de Ensino Superior e de Ensino Básico Técnico e Tecnológico

Comunicação

Notícias Proifes

Na Plenária Nacional em Defesa da Educação Pública, PROIFES defende unidade de luta e mobilização

Publicado em : 01/04/2021

Com participação de entidades educacionais de todo o país, e convidados da América Latina, a Plenária Nacional em Defesa da Educação Pública, promovida pelo Fórum Nacional Popular de Educação (FNPE), ficará marcada também como um grande ato em defesa da vida, da democracia e da ciência brasileira. Reunindo centenas de professores, estudantes e dirigentes sindicais, o evento realizado ao longo da última quarta-feira, dia 31, teve como objetivo promover uma análise coletiva da conjuntura nacional e traçar estratégias de luta e mobilização.

Outro ponto de pauta foi a aprovação da Carta dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Educação ao Povo Brasileiro, documento que expressa o posicionamento das entidades que compõem o FNPE em relação à política genocida e ao desmonte da educação pública promovidas pelo governo de Jair Bolsonaro.

Representando o PROIFES, participaram da Plenária o presidente Nilton Brandão, o vice-presidente Wellington Duarte, e o diretor de ciência e tecnologia Enio Pontes. A Federação também contou com a representação do diretor de assuntos do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico da ADURN-Sindicato, Dárlio Inácio Teixeira.

Durante o encontro, Brandão destacou a importância de uma agenda de lutas unificada para o enfrentamento dos grandes desafios da educação pública neste momento. “Mais importante desse processo é a construção da unidade de enfrentamento aos ataques que a sociedade e a educação estão sofrendo. Precisamos estar unidos para combater a reforma administrativa, o ataque à autonomia das universidades, o corte no orçamento das universidades e institutos federais e a destruições do regime próprio de previdência”.

Para o vice-presidente do PROIFES, Wellington Duarte, a Plenária Nacional foi um momento histórico no combate ao terror que se estende pelo país e representa uma coalisão de esforços para combater a morte. “Nós defendemos a vida, do outro lado está o defensor da morte”, pontuou.

Em sua participação, o diretor de ciência e tecnologia do PROIFES, Enio Pontes, ressaltou que o setor científico nacional se consolidou como um dos principais polos de oposição ao bolsonarismo. “Estamos em uma luta que convoca todos que escolheram o lado da razão. É uma luta em defesa da democracia e do conhecimento, em um movimento que é indissociável da luta por uma educação pública de qualidade e socialmente referenciada”,

Ao final do encontro, Enio Pontes fez a leitura da Carta dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Educação ao Povo Brasileiro, que será publicada em breve pelo Fórum Nacional Popular de Educação.

A íntegra do evento pode ser conferida no link: https://www.youtube.com/watch?v=7WyIZZFgJqM

 













Nota de repúdio à portaria 983/2020

Nota de repúdio à portaria 983/2020

 01/04/2021

O SINDIEDUTEC vem a público ressaltar o seu repúdio à portaria 983, emitida pelo MEC em novembro de 2020, por entender que a afronta à autonomia das IFES é uma afronta também aos processos democráticos livres que ocorrem dentro das [...]





GO!Sites