PROIFES | Federação de Sindicatos de Professores e Professoras de Instituições Federais de Ensino Superior e de Ensino Básico Técnico e Tecnológico

Comunicação

Notícias Proifes

Em reunião com o MEC, PROIFES-Federação pede Grupo de Trabalho para dialogar sobre pauta de reivindicação

Publicado em : 23/09/2020

O PROIFES-Federação participou nesta terça-feira, 22, de reunião virtual com dirigentes do Ministério da Educação (MEC), a primeira desde o início do governo Bolsonaro. Na pauta apresentada, assuntos de interesse da educação brasileira como: vagas para Universidades e Institutos Federais e Instituições de pesquisa, salários e carreiras docentes.

Representando o PROIFES estava seu presidente, Nilton Brandão (SINDIEDUTEC-Sindicato), e Raquel Neri (APUB Sindicato), Wellington Duarte (ADURN Sindicato), Lúcio Vieira (ADUFRGS-Sindical), Valdemir Alves (SindProifes), Geci Silva (ADUFG-Sindicato), Rosangela Gonçalves de Oliveira (SINDIEDUTEC-Sindicato) e Eduardo Rolim de Oliveira (ADUFRGS-Sindical); pelo MEC participaram Wagner Vilas Boas, secretário da Secretaria de Educação Superior (Sesu), Eduardo Gomes Salgado e Elizabete Menezes, da Diretoria de Desenvolvimento da Rede de Instituições Federais de Ensino Superior (Difes), Marilza Regattieri, da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) e Dilermando José da Silva, diretor de Programas da Sesu.

O presidente do PROIFES-FEDERAÇÃO, Nilton Brandão, abriu a reunião detalhando a lógica da carreira dos professores e professoras que trabalham no sistema federal de ensino, e salientando a natureza negativa dos cortes orçamentários propostos que, associados às limitações impostas pelo chamado “Teto dos Gastos”, inviabilizarão os trabalhos nas universidades e institutos federais em 2021.

Os demais dirigentes da Federação expuseram as preocupações dos professores com relação à qualidade dos seus trabalhos, afetados pela pandemia e que, por este motivo, merecem atenção do MEC, pois afetam o ensino, a pesquisa e a extensão nas Universidades e Institutos Federais. Os dirigentes expuseram também a gravidade dos cortes orçamentários e ressaltaram a importância do sistema federal do ensino para o desenvolvimento do país, bem como o respeito ao Banco do Professor Equivalente e ao Quadro de Referência do Servidor Técnico-Administrativo.

O secretário da Sesu, Wagner Vilas Boas, apresentou dados de pessoal e de orçamento que, segundo o MEC, merecem atenção e necessidade de debate nas instituições, de modo a fortalecer a interlocução com o Ministério da Economia. Avaliando esta consideração do dirigente do MEC, e para viabilizar o diálogo, o PROIFES-Federação propôs a imediata criação de um Grupo de Trabalho para debater com o governo (MEC e Ministério da Economia) questões pendentes e importantes para os servidores e as instituições Federais de ensino.

Ao final, os dirigentes da Federação consideraram positiva a abertura de diálogo com o um governo que até pouco tempo não estava aceitando solicitações das entidades sindicais, mas ponderaram que este foi apenas um primeiro pequeno passo para que o processo de negociação seja efetivado.












A reforma trabalhista/sindical para 2021

A reforma trabalhista/sindical para 2021

 16/10/2020

Neuriberg Dias* Desde o início do mandato do presidente Jair Bolsonaro houve várias tentativas de ampliar a reforma trabalhista e sindical da Lei nº 13.467/2017 não concluída com as Medidas Provisórias nº 873, 881 e 905, e, durante a pandemia [...]






GO!Sites