Notícias PROIFES

Nota de esclarecimento – Greve na UFRN está descartada até final das negociações com o Governo

Diante da paralisação dos Docentes de algumas Universidades Públicas Federais, a diretoria do ADURN-Sindicato vem esclarecer que os professores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte não aderiram ao movimento iniciado nesta quinta-feira (17).

A greve está sendo convocada pela Andes, entidade a qual o ADURN-Sindicato não tem mais vínculo, e representa uma atitude irresponsável e anti-democrática, tendo em vista que o Movimento Docente está em processo de negociação para reestruturação da carreira com o Governo, com alguns avanços importantes, como o cumprimento do acordo emergencial assinado o ano passado, o que pode prejudicar o avanço nas mesas do Grupo de Trabalho.

Apesar da publicação da Medida Provisória nº 468, que concede reajuste de 4% na remuneração dos docentes do Magistério Superior (MS) e do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (EBTT), o Governo e o PROIFES-Federação, entidade a qual o ADURN-Sindicato é filiado, deram continuidade ao processo de negociação para a reestruturação das Carreiras do MS e do EBTT.

Devemos permanecer assim até o dia 31 de maio, prazo estipulado pelo governo para finalizarmos os debates e somente após este prazo, em junho, o Conselho Deliberativo do PROIFES-Federação se reunirá para avaliar o andamento do processo. Até lá, a greve dos Docentes na UFRN está descartada.

Diretoria do ADURN-Sindicato

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Menu