AGÊNCIA PROIFES

Nilton Brandão convoca para atos contra a Reforma Administrativa neste 7 de setembro

TV PROIFES

Nilton Brandão convoca para atos contra a Reforma Administrativa neste 7 de setembro

É hora de defender a democracia, os direitos e os serviços públicos! Neste sentido, a Federação dos Sindicatos de Professores e Professoras de Instituições Federais de Ensino Superior e de Ensino Básico Técnico e Tecnológico (PROIFES-Federação) convoca todos os sindicatos federados, entidades sociais e demais bases de apoio para os atos que estão sendo programados para a próxima terça-feira, dia 7 de setembro, contra a reforma administrativa e em defesa da democracia, que está sob ameaça pelo governo Bolsonaro.

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC 32/20), se for aprovada, representará a destruição total dos serviços públicos oferecidos à população. Os direitos dos servidores e servidoras, conquistados em décadas de luta e mobilização, também serão totalmente extintos se a proposta do governo for adiante. Portanto, a hora de lutar é agora!

Não faltam motivos para protestar contra o atual governo. Além dos ataques aos direitos dos servidores e da própria população, a incompetência e o negacionismo do presidente Jair Bolsonaro resultaram na maior crise de saúde, econômica, política e humanitária da história recente.

Mais de 580 mil pessoas já morreram por coronavírus (Covid-19) no Brasil e a autoridade máxima do país continua tratando a doença com descaso. Bolsonaro não usa máscara de proteção, desrespeita medidas de prevenção, promove aglomerações e debocha da tragédia de quem já perdeu familiares e amigos. E mais: seu governo está envolvido em esquemas criminosos envolvendo vacinas contra o vírus.

O desmonte do Estado provocado pelo governo Bolsonaro também tem agravado o drama dos trabalhadores e da população como um todo. Com desemprego em alta e preços dos alimentos nas alturas, as necessidades das pessoas estão cada vez mais básicas.

Além de todos os problemas citados, o bolsonarismo tem deixado cada vez mais clara suas intenções autoritárias. O próprio presidente tem dados sinais de ostentação da força militar como forma de se impor e se perpetuar no governo. O presidente também tem promovido ataques contra instituições democráticas e investido em pautas de retrocesso, como o voto impresso.

Qualquer governo sério estaria preocupado em defender a democracia e criar políticas efetivas para tirar o país da crise. Mas, na prática, Jair Bolsonaro quer destruir tudo que puder para levar em frente seu projeto golpista. A população brasileira é forte e precisa usar seu poder de mobilização para lutar contra esses ataques. Portanto, a orientação da PROIFES-Federação para o dia 7 é de que o maior número possível de atos sejam realizados, sempre de maneira pacífica, organizada e, principalmente, com respeito máximo aos protocolos de prevenção à Covid-19.

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Menu