Notícias PROIFES

MEC declara divisão do IFPR à revelia da comunidade acadêmica IFPR, SINDIEDUTEC pede esclarecimentos

Na última quarta (20) o MEC oficializou, junto com a Reitoria IFPR, a divisão do Instituto. A despeito do posicionamento da comunidade acadêmica e da oficialização deste via CONSUP, o MEC pretende dividir o IFPR não mais em dois, mas em três.

A notícia foi dada em audiência pública promovida pela Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados onde, além de formalizar a criação de 6 institutos federais e 5 universidades federais, disse desconhecer qualquer mudança nas regras de nomeação de reitores.

Ao ser questionado sobre o porquê do não investimento na estrutura já existente, o ministro declarou que o orçamento para a educação não depende dele e pediu para que o Congresso aprove proposta para conferir mais liberdade para instituições de educação federais receberem recursos privados.

Novo reordenamento proposto pelo MEC

Mesmo sem orçamento, o IFPR deve ser dividido em 3 reitorias. Além de não ter previsão orçamentária, não há também previsão de criação de novas vagas ou de admissão de novos professores ou técnicos administrativos. Outro ponto controverso é o conflito entre o argumento de que a iniciativa seja para preencher vazios educacionais contra o fato de que as duas novas reitorias teriam suas sedes em Londrina e em Maringá.

Em setembro deste ano, o CONSUP e o CODIR rechaçaram a proposta de divisão da instituição. No entanto, o posicionamento da comunidade acadêmica foi e vem sendo ignorado pela reitoria, que deu prosseguimento às negociações com o MEC e deputados que citam o nome do reitor para justificar o apoio à proposta.

Isto posto, o SINDIEDUTEC encaminhou, na última sexta (22), notificação à reitoria para saber sobre articulações que vem sendo feitas pelo reitor às costas da comunidade acadêmica que o elegeu e cobrar um posicionamento formal a respeito dos últimos acontecimentos (veja notificação na íntegra aqui).

Em posicionamento oficial publicado no site na tarde desta sexta (22), a reitoria declarou que foi encaminhado ao MEC o resultado do referendo que consultou a comunidade acadêmica sobre o reordenamento (veja nota na íntegra aqui).

Fonte: SINDIEDUTEC-Sindicato

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Menu