Notícias PROIFES

IFRS solicita recursos ao MEC para solucionar problemas de segurança contra incêndio

O IFRS pediu recursos extra orçamentários ao Ministério da Educação (MEC) para mplementar o das ações previstas no Plano de Prevenção e Proteção contra Incêndios (PPCI) do campus Porto Alegre. O ofício foi protocolado na Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) nesta terça-feira, 19, pelo reitor Júlio Xandro Heck. Na terça, as aulas do campus Porto Alegre, previstas para iniciar nesta quarta-feira, 20, foram suspensas por tempo indeterminado como medida de prevenção a riscos de incêndio.

Veja histórico do caso.

O PPCI do campus foi certificado pelo Corpo de Bombeiros em 2017, mas segundo a reitoria, a falta de recursos impede a concretização do plano. Em nota, o IFRS afirmou que em 2019 “também não contará com recursos suficientes, considerando o que está previsto no orçamento anual da instituição (ainda não liberado integralmente pelo MEC)”. Ao portal ADverso o reitor afirmou que “por isso recorremos ao ministério. Solicitamos o recurso para implementar todo o PPCCI do campus Porto Alegre ainda este ano”.

A equipe de engenharia do IFRS orçou em R$ 1,2 milhão os recursos necessários para as obras do projeto de adequação. A Setec/MEC ainda não respondeu oficialmente, mas o reitor disse que informalmente o assunto já está sendo tratado pelo ministério.

O IFRS já conversou com o Corpo de Bombeiros para segundo o reitor, “procurar um saída que não coloque em risco nossos alunos e servidores”. O Corpo de Bombeiros deve realizar uma inspeção para verificar a real situação dos prédio, mas a data ainda não marcada.

Com informações do IFRS

Texto: Manoela Frade

Foto: Arquivo IFRS

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Menu