Notícias PROIFES

Honduras: Solidariedade com migrantes centro-americanos

Honduras: Solidariedade com migrantes centro-americanos

COLPROSUMAH demonstrou preocupação em nota de solidariedade

O Colégio Profissional de Superação Magisterial Hondurenho (COLPROSUMAH), afiliado à Internacional da Educação América Latina (IEAL), realizou um pronunciamento em solidariedade à marcha de migrantes hondurenhos e centro-americanos que viaja pela Guatemala e pelo México em seu caminho aos Estados Unidos.

A IEAL acompanha a preocupação de sua afiliada e se responsabiliza pelo chamado para fornecer assistência humanitária aos migrantes.

Em seguida o texto completo do pronunciamento da Junta Central Executiva da COLPROSUMAH, firmado por seu presidente, Roberto Trochez, no último dia 17 de outubro.

SOLIDARIEDADE COM A MARCHA DE IMIGRANTES HONDURENHOS

Tegucigalpa, Honduras – O Colégio Profissional de Superação Magisterial Hondurenho (COLPROSUMAH) manifesta sua preocupação perante a comunidade nacional e internacional sobre a situação das pessoas que são parte da caravana de migrantes hondurenhos com rumo aos Estados Unidos.

A organização hondurenha COLPROSUMAH solicita às Organizações de Direitos Humanos e Organizações Magistrais da Guatemala, México e Estados Unidos, a dar-lhes o apoio necessário aos milhares de migrantes, que são crianças e jovens que fazem parte da ESCOLA PÚBLICA DE HONDURAS, assim como mães, pais de família, pessoas de terceira idade e docentes afiliados a nossa Organização, buscando melhorar suas condições de vida, diante de tanta desigualdade humana e falta de oportunidades no país.

Solicitamos a todos vocês a fornecer assistência humanitária aos nossos irmãos hondurenhos; que são trabalhadores, camponeses, operários, professores, estudantes, mulheres, pais e filhos, que não aguentam mais e fogem da desigualdade, da miséria, da violência, da repressão, da insegurança, entre outros.

A COLPROSUMAH, como uma Organização magistral hondurenha afiliada à Internacional da Educação (IE), agradece o apoio dado aos nossos compatriotas, fazendo um chamado a solidarizar-nos e exigir liberdade e respeito à vida e aos direitos humanos.

EMIGRAR É UM DIREITO, NÃO UM DELITO. A LIBERDADE DE TRÂNSITO É UM ASPECTO ESSENCIAL NOS ESTADOS MODERNOS E DOS PAÍSES DEMOCRÁTICOS!!!

JUNTA CENTRAL EXECUTIVA DA COMPROSUMAH

ROBERTO TROCHEZ

PRESIDENTE

Fonte: Internacional de la Educación América Latina (IEAL)

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Menu