Notícias PROIFES

GT de Ciência e Tecnologia do PROIFES Define Estratégias e Ações Para 2021

O Grupo de Trabalho de Ciência e Tecnologia do PROIFES-Federação (GT-C&T) realizou reunião virtual na tarde da última quinta-feira, dia 4, para avaliar a atual conjuntura do setor científico no Brasil e definir as estratégias e ações para o ano de 2021.

Durante o encontro, o GT definiu manter a atuação em defesa da ciência nacional, com o PROIFES ao lado das entidades científicas parceiras que representam o setor. Nesse âmbito, o foco atual é dar apoio à campanha pela derrubada dos vetos presidenciais ao Projeto de Lei 177/2021, que altera o Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, o FNDCT.

Coordenada pela Iniciativa Brasileira Para a Ciência e Tecnologia no Parlamento (ICTP.Br), a defesa do FNDCT é uma questão nevrálgica para o desenvolvimento da pesquisa no Brasil, ao prever a liberação de recursos destinados à ciência, atualmente bloqueados em razão do regime de contingenciamento orçamentário.

O desbloqueio dos recursos foi conquistado no Congresso Nacional pela aprovação, por ampla maioria nas duas Casas, do PLP 135/2020, posteriormente Projeto de Lei 177/2021, mas o presidente Jair Bolsonaro vetou pontos da proposta aprovada, mantendo assim o bloqueio dos investimentos. Na avaliação das entidades científicas, os vetos presidenciais podem levar a estrutura de ciência e pesquisa brasileiras ao colapso.

Entre as metas estabelecidas pelo GT para o ano está também a promoção do diálogo entre os sindicatos federados e as secretarias de ciência e tecnologia dos seus respectivos estados. O objetivo é fazer um levantamento acerca das políticas públicas de CT&I em cada região e assim promover o intercâmbio de ideias e experiências entre os sindicatos de base, visando a formulação de iniciativas e projetos de inovação, com o envolvimento das universidades e dos docentes, em âmbito estadual e federal. Nesse sentido, foi proposta a criação de uma força-tarefa para desenvolver uma metodologia de monitoramento dos investimentos públicos em ciência e tecnologia dentro das universidades federais brasileiras.

Finalizando o encontro, o GT deu início ao planejamento do I Congresso de Ciência e Tecnologia do PROIFES-Federação, estabelecendo as datas de 8 e 9 de julho para realização do encontro, em razão do dia nacional da ciência e do pesquisador científico ser celebrado no dia 8 daquele mês.

Para o professor Enio Pontes, diretor de ciência e tecnologia do PROIFES e coordenador do GT-C&T, com o advento da pandemia a atuação do Grupo foi redimensionada, ganhando ainda mais importância dentro do atual contexto nacional. “O PROIFES concebeu o GT-C&T como um grupo estratégico, tendo em vista que, no Brasil, ciência e tecnologia estão em completa simbiose com a universidade pública, que concentra a quase totalidade da pesquisa científica nacional. Mas a pandemia alçou a ciência ao centro do debate público, e nosso trabalho ganhou uma nova dimensão, para um ano de intensas atividades”, pontuou.

Além de Pontes também participaram da reunião o presidente do PROIFES-Federação, Nilton Brandão (SINDIEDUTEC-Sindicato), Oswaldo Negrão (ADURN-Sindicato), Rodrigo Elias Bianchi (ADUFSCar-Sindicato), Barbara Coelho (APUB-Sindicato), Rafael Gil Ferques (SINDIEDUTEC-Sindicato), Dárlio Teixeira (ADURN-Sindicato) e Maria Angélica (ADUFG-Sindicato).

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Menu