Notícias PROIFES

Em Assembléia conturbada, grupo de docentes tenta dar golpe na direção da Apub Sindicato

Fonte – APUB

Desde o dia 29 de maio, quando foi instituído, o Comando Local de Greve, formado por um pequeno grupo de professores filiados à Apub, e representando não mais que 10 unidades da UFBA, procura, de diversas formas, desestabilizar a representatividade e a autonomia da APUB Sindicato.

Durante esses 70 dias de greve na Bahia, esse grupo convocou reuniões docentes, divulgou documentos com a marca da Apub, com afirmações divergentes, além de tumultuar assembleias convocadas pelo Sindicato.

No último dia 7 de agosto, mesmo o Proifes Federação já tendo assinado o acordo com o governo federal, a assembléia aprovou a continuidade da greve por tempo indeterminado, exigindo o retorno do governo à mesa de negociação, já encerrada.

Muito mais grave foi a alteração da pauta de greve, de modo que pudesse ser votado como encaminhamento, ao final  da Assembléia, a destituição da atual diretoria da APUB Sindicato, marcada para o próximo 15 de agosto.

Esta tentativa política e leviana de golpe foi por diversas vezes rechaçada pelos docentes que estão em greve por reestruturação da carreira e por melhores condições de trabalho.

Não se trata apenas de tumultuar uma greve, mas de atacar a democracia e o estado de direito, vez que docentes de três instituições: UFBA, UFRB e IFBA elegeram, por voto direto, esta diretoria que finaliza o seu mandato em dezembro próximo.

A APUB Sindicato conclama a categoria docente a defender os princípios democráticos e éticos que sempre nortearam a sua atuação  e rechaçar qualquer tentativa de golpe à  entidade que lhes representa.

Diretoria da APUB Sindicato

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Menu