Notícias PROIFES

Coordenação de Mobilização do PROIFES busca apoio do Congresso para reivindicações dos docentes federais

Nesta quarta-feira (1), o PROIFES-Federação esteve no Congresso Nacional para solicitar apoio dos parlamentares à pauta de reivindicação dos professores federais do Magistério Superior (MS) e Ensino Básico Técnico e Tecnológico (EBTT).   Essa foi uma ação da Coordenação Nacional de Mobilização (CNM) da federação, grupo que tem o objetivo de articular o processo de negociação salarial com o Governo.

O presidente da ADUFG-Sindicato (GO), Flávio Alves da Silva, e a vice-presidente da APUB-Sindicato (BA), Lívia Angeli Silva, acompanhados do assessor Parlamentar Francisco Santos, participaram de reunião ordinária da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados e conversaram com diversos congressistas sobre a pauta da entidade e sobre o corte no orçamento da educação.

Aos deputados Waldenor Pereira (PT-BA), Raimundo Angelim (PT-AC), Paulo Teixeira (PT-SP), Daniel Almeida (PCdoB-BA), Saguas Moraes (PT-MT), Rubens Pereira Junior (PCdoB-MA), Ivan Valente (PSOL-SP) e Glauber Braga (PSB-RJ), Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO), Erika Kokay (PT-DF) e Saraiva Felipe (PMDB-MG), presidente da Comissão de Educação da Câmara, e à presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), Carina Vitral, os dirigentes explicaram que a CNM nasceu da dificuldade de diálogo com o governo sobre o processo de negociação.

Também falaram sobre proposta de reajuste apresentada pelo governo para o funcionalismo público que está muito abaixo das expectativas e entregaram um compilado de documentos, entre eles, a proposta de carreira e salários e a pauta protocolada pelo PROIFES; bem como a 30º nota pública do Fórum Nacional de Educação (FNE) proposta pela entidade.

Vale citar ainda que os dirigentes do PROIFES solicitaram audiência pública para tratar da garantia de recursos para a devida implementação do Plano Nacional de Educação. Sobre o tópico, Saraiva Felipe se colocou à disposição do movimento, comprometeu-se a pautar a solicitação da audiência o mais breve possível e ressaltou a necessidade de ampla mobilização e a possibilidade de comissão de deputados para acompanhar o processo de negociação. Waldenor Pereira se prontificou a apresentar requerimento para realização do debate.

Todos os parlamentares manifestaram apoio à pauta e alguns afirmaram que farão constantes pronunciamentos sobre o assunto no plenário da Câmara.

O CNM também conversou nesta tarde com o CONIF e à noite com a Senadora Fátima Bezerra (PT-RN).

Coordenação Nacional de Mobilização (CNM)

Após rejeição à proposta apresentada pelo governo no último dia 25 de junho ao conjunto dos servidores federais, a Coordenação Nacional de Mobilização, instalada na quarta-feira (30), envidou esforços para articular outros mecanismos de pressão para forçar o governo a rever a proposta, bem como abrir as mesas de negociação setorial.

Agência Proifes

Menu