Notícias PROIFES

Conselho Nacional de Educação promove reunião Técnica sobre Avaliação da Educação Básica

Com o objetivo de estabelecer um plano de trabalho que comporte ampla consulta, inclusive por meio de audiências públicas nacionais, o Conselho Nacional de Educação (CNE) promove durante esta segunda-feira (07), em Brasília, a reunião Técnica sobre Avaliação da Educação Básica. Convidado para participar das discussões está o professor Nilton Brandão, diretor de Assuntos Educacionais do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do PROIFES-Federação, e também presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação Básica Técnica e Tecnológicas do Estado do Paraná (SINDIEDUTEC).

O objetivo é que os debates resultem em Diretrizes Operacionais e Conceituais para a Avaliação na Educação Básica que reflitam a pluralidade de opiniões e a busca pelo avanço na educação pública de qualidade. Na reunião de hoje, os participantes discutirão sobre avaliação na educação básica, resultado de seminário internacional realizado pelo Conselho Nacional de Educação. No evento que ocorreu em outubro do ano passado, educadores de diversos países puderam expor as políticas educacionais ali vigentes, sobretudo no que tange à avaliação e seus impactos na qualidade do ensino e no trabalho dos professores.

Os especialistas que participam hoje da Reunião Técnica farão uma análise sobre os apontamentos gerados no Seminário Internacional tais como: os sistemas de avaliação, o relacionamento público privado na educação, a avaliação do desempenho dos professores, além do posicionamento e das ações dos sindicatos em diferentes países e nos estados brasileiros.

Neste último ponto, questionamentos sobre como o sindicato pode apoiar o trabalho profissional, a atuação deste no desenvolvimento de políticas de educação, qual é a capacidade dos sindicatos de professores em influenciar a política de educação, como ainda, o impacto da atuação dos sindicatos sobre o trabalho diário na escola serão discutidos nesta reunião técnica como proposta para futura pesquisa junto aos trabalhadores.

A ideia é que a partir desta reunião, o debate sobre a educação básica, no âmbito nacional, seja ainda mais ampliado, permitindo que cheguem ao CNE propostas e sugestões de todo o Brasil, e não apenas das entidades dos profissionais da educação, mas de autoridades educacionais, entidades representativas de estudantes, pais, gestores, especialistas, acadêmicos, conselheiros nacionais, estaduais e municipais de educação e demais segmentos da sociedade civil organizada.

 Mécia Menescal
Assessora de Comunicação – PROIFES-Federação
[email protected] 

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Menu