Notícias PROIFES

CNTE realiza ato em defesa da educação

Trabalhadores da educação estiveram mobilizados em frente ao Congresso Nacional nesta quarta-feira, dia 19, para reivindicar uma educação de qualidade. Os manifestantes exigem, entre outros pontos, o cumprimento da lei do piso, carreira e jornada para todos os trabalhadores, investimentos dos royalties de petróleo e destinação de 10% do PIB na área, bem como a votação imediata do Plano Nacional de Educação (PNE).

O presidente do PROIFES-Federação, Professor Eduardo Rolim de Oliveira, esteve presente no ato convocado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores da Educação (CNTE) e ressaltou a importância da iniciativa. “O PROIFES é totalmente solidário com a luta dos professores do ensino básico pelo piso salarial, pela valorização da carreira e pela obtenção dos 10% do PIB para a educação, além da aprovação do PNE”, disse. Rolim também falou que o PROIFES defende uma educação sistêmica, e que os professores das Universidades e Institutos Federais têm plena consciência que só haverá educação de qualidade no Brasil com a valorização de todos os níveis, do ensino infantil ao ensino superior.

Após o ato coordenado pela secretária de Relações Internacionais da CNTE, Fátima Silva,  os cerca de 2.500 mil professores, vindos de todos os estados do Brasil, saíram em caminhada até o Palácio do Planalto, onde manifestaram suas reivindicações após os três dias da greve nacional da educação básica pública convocada pela CNTE. A entidade estima a adesão de 65% da categoria. Isso representa quase 2 milhões de educadores e mais de 30 milhões de estudantes da educação básica.

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Menu