AGÊNCIA PROIFES

Ato Político-Cultural reúne milhares de pessoas em celebração ao centenário de Paulo Freire

Com apresentações do grupo Y Somos Todas, Lia de Itamaracá, Silvério Pessoa e Chico César, o ato político-cultural em celebração ao centenário de Paulo Freire reuniu milhares de pessoas neste domingo (18), na Praia do Pina, em Recife/PE. O evento foi promovido pela Internacional da Educação para América Latina (IEAL) e pela Rede Latino-Americana de Estudos sobre o Trabalho Docente (RED ESTRADO).

Entre um show e outro, representantes de entidades em defesa da educação dividiram o palco para falar sobre a importância histórica do momento. A diretora de assuntos educacionais do Magistério Superior do PROIFES-Federação, Fernanda Castelano (ADUFSCAR), lembrou dos desmontes que a cultura tem sofrido no país desde 2016 e defendeu uma Educação pública, gratuita, laica, inclusiva, de qualidade e socialmente referenciada. “Chega de retrocessos! Um país que teve Paulo Freire como secretário de educação em São Paulo, vai virar o jogo e nós vamos avançar” , disse a dirigente.

A atividade, que ocorreu na véspera do aniversário de 101 anos do patrono da educação brasileira, foi considerada por artistas e trabalhadores da educação que passaram pelo palco como um ato de resistência. Isso porque, o célebre educador pernambucano, tem sido um dos principais alvos do governo Bolsonaro.

Para o cantor Chico César, principal atração da noite, é preciso defender o legado do patrono da educação para uma aprendizado com profundidade e criação de sujeitos críticos. O artista homenageia Paulo Freire em sua música “Beradêro”.

A programação em celebração ao centenário de Paulo Freire segue na segunda (19) e terça-feira (20).

 

Tags:

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Menu