AGÊNCIA PROIFES

APUB: Concursos p√ļblicos existem para impedir o apadrinhamento

Notícias PROIFES

APUB: Concursos p√ļblicos existem para impedir o apadrinhamento

Concursos p√ļblicos existem para impedir o apadrinhamento

ūüė§ Um dos objetivos do governo de Jair Bolsonaro ao criar a Reforma Administrativa (PEC 32/2020) foi reduzir a contrata√ß√£o de servidores concursados.

‚ö†Os membros do governo sabem que os concursos impedem o loteamento de cargos, a troca de favores e o clientelismo nos servi√ßos p√ļblicos. E √© por isso mesmo que eles desejam seu fim.

ūüĎÄ Na proposta original, os concursos p√ļblicos seriam obrigat√≥rios s√≥ para poucos cargos definidos como ‚Äút√≠picos de Estado‚ÄĚ, uma parcela muito pequena das fun√ß√Ķes desempenhadas por servidores p√ļblicos.

Com isso, ficaria mais fácil para políticos corruptos e oportunistas darem cargos em troca de apoio, favores ou propinas.

ūüĎé O governo ainda prop√īs o aumento da quantidade de contratos tempor√°rios e instrumentos de coopera√ß√£o que, na pr√°tica, promoveriam a transfer√™ncia de recursos para empresas terceirizadas.

Essas são apenas mais algumas provas de que o governo de Jair Bolsonaro governa para os ricos e para os setores que se apropriam da política para enriquecer, às custas do sofrimento do povo brasileiro.

Fonte: APUB-Sindicato

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Menu