AGÊNCIA PROIFES

ADUFRGS-Sindical promove seminário sobre modelo de capitalização previdenciário chileno

Notícias PROIFES

ADUFRGS-Sindical promove seminário sobre modelo de capitalização previdenciário chileno

Reforma da Previdência no Brasil quer instituir mesmo sistema de capitalização que gerou miséria e alto índice suicídio entre os idosos no Chile.

Um dos aspectos mais contraditórios na mudança da Previdência Social, pretendida pelo governo Bolsonaro, é a criação de um sistema de capitalização individual para gerir a aposentadoria dos brasileiros. O modelo é o mesmo que é praticado no Chile, desde 1980, e fracassou, provocando miséria e alto índice de suicídio entre os idosos.

Para alertar a população, a ADUFRGS, juntamente com o CNASP (Coletivo Nacional de Advogados de Servidores Públicos), SINDISPREV (Sindicato dos Trabalhadores Federais da Saúde, Trabalho e Previdência no RS) e SINDAGRI (Sindicato dos Servidores do Ministério da Agricultura no RS), promovem o Seminário “A experiência do modelo previdenciário chileno e a proposta de reforma da previdência brasileira”, que será realizado na próxima quarta-feira, dia 27 de março, às 9 horas, na sede da ADUFRGS-Sindical (Rua Barão do Amazonas, 1581 – Porto Alegre).

O advogado trabalhista chileno Raul Devia Ilabaca será um dos palestrantes. Ele vai relatar os problemas que o sistema de capitalização acarretou no país. Também integra o time de palestrantes do seminário, o professor Eduardo Rolim de Oliveira (diretor do PROIFES-Federação), o diretor do Sindprev, Daniel Emmanuel, e os advogados Francis Campos Bordas, João Luiz Arzeno da Silva e Thiago Brunetto.

Segundo dados da Fundação Sol, de 2015, 90,9% dos idosos no Chile recebiam menos de R$ 694,08, sendo que o salário mínimo do país é de R$ 1.226. Outro dado alarmante é o número de suicídios. Entre 2010 e 2015, 936 adultos maiores de 70 anos tiraram a própria vida. O levantamento do Ministério da Saúde chileno aponta que os maiores de 80 anos apresentam as mais altas taxas – 17,7 por cada 100 mil habitantes. A taxa média nacional do Chile é de 10,2 suicídios. Uma das autoras da pesquisa, Ana Paula Vieira, acadêmica de Gerontologia da Universidade Católica, avalia que muitos dos suicídios visam simplesmente acabar com o sofrimento causado, “por não encontrar os recursos [financeiros] para lidar com o que está passando em sua vida”.

Serviço:

O que: Seminário “A experiência do modelo previdenciário chileno e a proposta de reforma da previdência brasileira”

Quando: 27 de março, quarta-feira, às 9 horas

Onde: ADUFRGS-Sindical (Rua Barão do Amazonas, 1581 – Porto Alegre)

Entrada gratuita

Fonte: Portal Adverso

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Menu