Notícias PROIFES

Adufg-Sindicato inicia mobilização contra corte orçamentário nas universidades federais

Em meio à readequação imposta pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), as universidades federais podem enfrentar um obstáculo extra em 2021, uma vez que o Projeto de Lei Orçamentária Anual do próximo ano prevê 18,2% de redução no orçamento das instituições de ensino superior. No entanto, Sindicato dos Docentes das Universidades Federais de Goiás (Adufg-Sindicato) iniciou nesta terça-feira (25/08), uma mobilização digital contra a medida e em defesa da educação pública, gratuita e de qualidade.

Ao longo das próximas semanas, todos os canais de comunicação do sindicato (site, Twitter, Facebook e Instagram) contarão com pautas que alertam sobre os impactos que o corte pode causar nas universidades. No primeiro vídeo, o reitor da Universidade Federal de Goiás (UFG) e presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), professor Edward Madureira, alerta que o projeto do Governo Federal pode inviabilizar o funcionamento das instituições. “É um valor impossível de ser absorvido”, afirma.

Segundo o presidente do Adufg-Sindicato, professor Flávio Alves da Silva, a mobilização tem como principal objetivo engajar todos os professores, estudantes e a sociedade como um todo na luta pela educação. “Vamos inundar as redes sociais na defesa do ensino público do Brasil. O corte orçamentário é absurdo e vai gerar prejuízos incalculáveis para toda a comunidade acadêmica”, explica.

Assista, abaixo, o primeiro vído da campanha:

Fonte: Ascom ADUFG-Sindicato

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Menu