AGÊNCIA PROIFES

Adufg pede inclusão de projeto que permite contratações de servidores em universidades federais na pauta de votação da Câmara

Notícias PROIFES

Adufg pede inclusão de projeto que permite contratações de servidores em universidades federais na pauta de votação da Câmara

O Sindicato dos Docentes das Universidades Federais de Goiás (Adufg-Sindicato) enviou nesta segunda-feira (15/03), ofício ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), pedindo a inclusão do Projeto de Lei Complementar 266/2020 na pauta de votações desta semana. O texto flexibiliza as contratações de pessoal nas cinco universidades federais criadas em 2018 e 2019 e na Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

Na prática, o projeto modifica a lei do Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus, excluindo as instituições da regra que proíbe a admissão de servidores públicos até o fim de 2021. Atualmente, em razão das restrições impostas pela Lei Complementar 173/2020, as instituições se encontram impossibilitadas de prover cargos e funções. As restrições prejudicam o funcionamento das universidades, além de também dificultar ações da comunidade acadêmica no enfrentamento à pandemia de Covid-19.

Se for aprovado, o projeto contemplará as seguintes instituições: Universidade Federal de Catalão (UFCAT), Universidade Federal de Jataí (UFJ), Universidade Federal de Rondonópolis (UFR), Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPar) e Universidade Federal do Norte do Tocantins (UFNT). Unidades de saúde universitárias, como o Hospital das Clínicas da UFG, também poderão preencher quadros emergenciais provocados pela pandemia.

No ofício, o Adufg destaca a importância do projeto no combate à pandemia. “A entrada de novos servidores públicos é fundamental neste momento crítico de pandemia. As universidades e os profissionais de saúde trabalham incansavelmente na defesa da vida”, diz o documento assinado pelo presidente Flávio Alves da Silva.

Mobilização
Ainda nesta segunda-feira, o Adufg convocou a comunidade acadêmica em prol da aprovação do PLP e disponibilizou os e-mails de todos os deputados federais brasileiros para que professores, estudantes e servidores entre em contato com os parlamentares e peçam que votem a favor do projeto. Na última semana, a entidade mediou reunião entre dirigentes da UFCAT e da UFJ – as duas universidades federais goianas que podem ser contempladas -, e o deputado federal José Nelton, relator da matéria.

Fonte: ADUFG-Sindicato

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Menu