Notícias PROIFES

19ª diretoria é empossada na ADUFG-Sindicato

O sindicato de professores das universidades federais de Goiás, o Adufg Sindicato, empossou na noite do dia 29 sua 19ª diretoria. O evento ocorreu no espaço Maison Florency, com mais de 200 convidados.  A diretoria assume a instituição até 2020.

Na  mesa diretiva da cerimônia estiveram o pró-reitor de Desenvolvimento Institucional e Recursos Humanos, Geci José Pereira da Silva,; a presidente da Fapeg, Maria Zaíra Turchi, representando o governador Marconi Perillo; o presidente do PROIFES-Federação, Eduardo Rolim; o presidente da CUT Goiás, Mauro Borges; a presidente do Sint-Ifesgo, Fátima dos Reis; e a presidente da CTB Goiás, Ailma Oliveira.

Em suas falas, os convidados ressaltaram a importância do Adufg Sindicato, da defesa da democracia, das relações de trabalho e de espaços plurais de discussão. Além disso, o papel das instituições frente à atual conjuntura política do Brasil foi lembrado por todos, assim como a necessidade de luta, resistência e esperança de um país melhor.

Desafios futuros

O presidente reeleito, professor Flávio Alves da Silva também demonstrou preocupação com o futuro do país. “Como cidadão e presidente de um sindicato de professores, me preocupa o sistema democrático do Brasil. Mas ainda tenho esperanças de que a nossa democracia seja mais sólida, plural e representativa. É para isso que lutamos. Essa é uma das razões de existir do nosso sindicato”, afirmou.

Segundo ele, para o próximo mandato ainda existem  muitos desafios pela frente e um dos objetivos é discutir intensamente o papel da universidade e do sindicato. “Pretendemos incentivar a participação de professores e professoras na organização sindical e debater propostas sobre carreira e reajuste salarial. Contamos, também, com o Conselho de Representantes. Esperamos em vocês apoio para sermos atuantes e participativos nas unidades e, também, nas regionais do interior”, disse .

Por fim, Flávio falou sobre a necessidade de lutar por espaços plurais, pela democracia, pela cidadania. “O Adufg Sindicato nos oferece a oportunidade de unir esforços por uma educação melhor e, consequentemente, por um país melhor. Acreditamos no ressurgimento do Brasil”.

A presidente da CBT Goiás, Ailma Oliveira, destacou que “a educação precisa ser o centro do debate e da necessidade de busca de um mundo melhor. A Adufg é parceira e tem discutido política não só para a educação, mas para projeto nacional de desenvolvimento”. “Adufg e Proifes-Federação são essenciais para o desenvolvimento das unidades de ensino superior público de qualidade , como o prestado pela UFG”, afirmou Fátima dos Reis, presidente do Sint-Ifesgo.

Em nome da CUT Goiás, Mauro Rubem disse que a entidade sindical como essencial “para contribuir para que esse Estado tenha, de fato, um caminho de desenvolvimento. É a classe trabalhadora, mesmo na missão mais nobre de educar, são fundamentais para que esse processo continue”.

Defesa da Educação

“ADUFG é um dos sindicatos mais importantes dentro da nossa federação. É fundadora do PROIFES. Em 2004, quando decidimos que era preciso ousar, mudar o movimento docente de uma maneira que ele pudesse representar melhor os interesses da nossa categoria e ser mais democrático”, relembrou o presidente do PROIFES-Federação, Eduardo Rolim.

O professor ainda apontou a importância do Adufg Sindicato ser a única entidade que representa os professores federais do Estado de Goiás. “Essa representatividade não se ganha só no papel, ela se ganha na prática, no dia a dia das pessoas. Esse sindicato tem feito isso efetivamente pela vida dos professores. O patrimônio imaterial, que é muito mais importante, é o reconhecimento que esse sindicato tem pelos seus professores, com absoluta certeza sabe que o Adufg é hoje um sindicato importante da nossa federação e do nosso país”, disse.

A presidente da Fapeg, Maria Zaíra Turchi, revelou que a fundação sempre tido apoio do Adufg Sindicato, especialmente na luta de toda a comunidade acadêmica e, sobretudo, dos professores. “A Adufg é um patrimônio das nossas lutas, dos nossos sonhos e do nosso trabalho diário em sala de aula como professores, como pesquisadores, como gestores da UFG”, completou.

Em seguida, o Pró-Reitor de Desenvolvimento Institucional e Recursos Humanos, Geci José Pereira da Silva. cumprimentou os docentes que fizeram parte e que assumem a nova diretoria destacando a importância do sindicato para os professores. Ele citou as relações de trabalho e os desafios da nova gestão – tanto da UFG quanto do sindicato. “Esses próximos anos serão de luta, e por isso mesmo temos que nos unir para uma universidade pública, com ensino de qualidade”, afirmou.

Após a leitura do termo de posse e assinatura dos diretores e diretoras da 19º gestão, os professores Bartira, Edsaura Maria Pereira, Luciana Aparecida Elias, Maria Auxiliadora de Andrade Echegaray e Peter Fischer foram homenageados pela contribuição ao sindicato na 18ª Diretoria Executiva.

Leia AQUI o discurso de posse do presidente da 19º Diretoria Executiva

Fonte e fotos: ADUFG-Sindicato

Notícias Relacionadas

Agência Proifes

Menu