PROIFES | Federação de Sindicatos de Professores e Professoras de Instituições Federais de Ensino Superior e de Ensino Básico Técnico e Tecnológico

Comunicação

Notícias Sindicatos Federados

Vilson Romero debate cenários e perspectivas da nova reforma da Previdência na UFRN

Publicado em : 12/02/2019

Na eminência da apresentação de uma proposta de reforma da Previdência ainda mais dura pelo governo de Jair Bolsonaro (PSL), o ADURN-Sindicato traz o coordenador de estudos socioeconômicos da Anfipe, Vilson Antonio Romero, para debater os cenários e perspectivas para os servidores públicos.

Marcada para o dia 20 de fevereiro, às 19h, no auditório da Biblioteca Central Zilla Mamede, a atividade integra o conjunto de ações do Dia Nacional em Defesa da Previdência chamado pelos Sindicatos, Centrais, Federações e Confederações de trabalhadores em todo o país.

Para o conjunto de entidades representativas dos trabalhadoras e trabalhadores, os próximos dias serão decisivos para barrar a proposta, já que o texto deverá ser enviado para o Congresso até o fim de fevereiro. “Entramos numa batalha de resistência e queremos, junto com os principais movimentos sociais e sindicais do país, reafirmar o compromisso em defesa da Previdência Pública e pela garantia dos direitos dos trabalhadores”, ressalta o presidente do ADURN-Sindicato, Wellington Duarte.

Vilson Antonio Romero

Vilson Antonio Romero é jornalista e administrador público. Na Associação Nacional dos Auditores da Receita Federal do Brasil (ANFIP), coordena atualmente a área de Estudos Socioeconômicos. Exerce o cargo de diretor de Direitos Sociais e Imprensa Livre na Associação Riograndense de Imprensa - ARI[3], editando desde 2004 um Boletim Semanal sobre Liberdade de Imprensa no Brasil e no mundo, disponível no blog Tambor da Aldeia. Foi reeleito conselheiro da Associação Brasileira da Imprensa – ABI, para o mandato 2018/2021. No Departamento Intersindical de Estudos Socioeconômicos (Dieese) do Distrito Federal, integra a Diretoria, na vaga da Anfip como diretor suplente.

Fonte: Ascom ADURN-Sindicato

 

















GO!Sites