PROIFES | Federação de Sindicatos de Professores e Professoras de Instituições Federais de Ensino Superior e de Ensino Básico Técnico e Tecnológico

Comunicação

Notícias Sindicatos Federados

SIND-PROIFES é contra a instituição de EAD no período da quarentena do Covid-19

Publicado em : 02/04/2020

Todos estamos cientes da grave crise decorrente do avanço do corona vírus. Como representantes dos professores das carreiras do Magistério Superior e do Ensino Básico Técnico e Tecnológico, entendemos que não podemos poupar esforços na busca de possíveis soluções para o combate à pandemia. São necessárias medidas de contenção para preservar a saúde dos professores e das comunidades desses campus.
A suspensão das aulas está prevista na portaria, 343 de 17 de março de 2020 do Ministério da Educação:

Dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais enquanto durar a situação de pandemia do Novo Corona vírus - COVID-19.
Art. 2º Alternativamente à autorização de que trata o art. 1º, as instituições de educação superior poderão suspender as atividades acadêmicas presenciais pelo mesmo prazo.
§ 1º As atividades acadêmicas suspensas deverão ser integralmente repostas para fins de cumprimento dos dias letivos e horas-aulas estabelecidos na legislação em vigor.
§ 2º As instituições poderão, ainda, alterar o calendário de férias, desde que cumpram os dias letivos e horas-aula estabelecidos na legislação em vigor.

A portaria também permite a substituição das aulas presenciais, por aulas a distância:

Art. 1º Autorizar, em caráter excepcional, a substituição das disciplinas presenciais, em andamento, por aulas que utilizem meios e tecnologias de informação e comunicação, nos limites estabelecidos pela legislação em vigor, por instituição de educação superior integrante do sistema federal de ensino, de que trata o art. 2º do Decreto nº 9.235, de 15 de dezembro de 2017.

Entendemos como precipitada a tentativa de buscar práticas acadêmicas não previstas nos diferentes cursos ofertados pelas nossas Instituições de Ensino. Preocupa-nos, especialmente, aquelas que não possam garantir a todos, docentes e estudantes, o acesso aos recursos tecnológicos necessários.
Por isso, como representantes dos professores, estamos orientando as diretorias e reitorias para que sejam suspensas as aulas e não se instale de forma precária, metodologias de Educação à Distância . 

A Federação a qual pertencemos, o Proifes Federação, se posiciona contra essa metodologia EAD neste momento, onde publica em nota:

..."A Pesquisa Nacional de Perfil Socioeconômico e Cultural dos Graduandos e Graudandas das Instituições Federais de Ensino Superior (IFES), realizada pela Andifes, mostrou que 70,2% dos estudantes das Universidades Federais em 2018 estavam inseridos na faixa de renda mensal familiar per capita de até um e meio salário mínimo, o que pode dificultar o acesso a meios digitais de aulas, pois muitos destes e destas estudantes utilizam os laboratórios de informática na instituição e não têm acesso aos meios para o acompanhamento de ferramentas de Ensino à Distância (EaD).

Portanto, o PROIFES-Federação entende que para a realidade das IFES é inviável a ampla adoção dessas metodologias, em um momento em que as instituições não têm como garantir aos docentes o acesso aos recursos tecnológicos necessários para que estes ofertem suas disciplinas e acesso universal aos estudantes, o que dificulta a garantia do direito à educação de qualidade para todos e todas. Neste sentido, o PROIFES-Federação se posiciona favoravelmente à alternativa de suspender as atividades acadêmicas presenciais das IFES, conforme disposto no artigo segundo da referida portaria."...

Foi publicado em matéria da Folha de São Paulo de 31 de março, que 60% das Universidades Federais rejeitam o ensino a distância durante a quarentena, e optaram por suspender o calendário acadêmico, já que não tem condições de ofertar atividades com a mesma qualidade de ensino presencial, ou garantir o acesso de todos os alunos aos conteúdos.

Orientamos para que seja levado aos conselhos deliberativos da instituição, (Consuni, Consup) a discussão sobre a não adoção de metodologias EAD nesse momento. Nos colocamos a disposição para ajudar a discutir soluções para o enfrentamento desta crise e no retorno as aulas, para reestabelecimento da rotina dos trabalhos.

Fonte: Ascom SIND-PROIFES

















GO!Sites