PROIFES | Federação de Sindicatos de Professores e Professoras de Instituições Federais de Ensino Superior e de Ensino Básico Técnico e Tecnológico

Comunicação

Notícias Sindicatos Federados

Eleonora Menicucci fala sobre empoderamento da mulher em Goiânia

Publicado em : 09/03/2018

A ex-ministra de Políticas para Mulheres do governo Dilma, Eleonora Menicucci participa no dia 26 de março do Ciclo de Debates sobre Empoderamento da Mulher, promovido peloa Adug Sindicato. Além dela, participam do debate a secretária geral da Confederação Nacional dos Trabalhadores da Educação (CNTE), Fátima Silva, e a gerente de planejamento da ONG Think Olga, Joyce Prestes. O Ciclo integra as ações de celebração dos 40 anos do sindicato e acontece no auditório da Faculdade de Letras da UFG, no Campus Samambaia, a partir das 9h.

A palestrante Eleonora Menicucci é socióloga de formação e professora titular de Saúde Coletiva na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Foi nomeada pela ex-presidente Dilma Rousseff para o cargo de ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres em fevereiro de 2012, durante o primeiro governo da petista. Tem doutorado em Ciências Políticas pela USP e pós-doutorado em Saúde e Trabalho das Mulheres pela Faculdade de Medicina de Milão, na Itália.

Fátima Silva (CNTE) já atuou na Secretaria de Relações Internacionais da Confederação e na vice-presidência da Internacional da Educação da América Latina (IEAL). Segundo Fátima Silva, “a equidade de gênero continua sendo uma agenda permanente. Já avançamos muito, mas novos desafios se apresentam com os ataques sistemáticos de grupos conservadores que tentam reverter direitos históricos das mulheres”.

A terceira participante do debate, Joyce Prestes, é representante da ONG feminista Think Olga, de São Paulo, onde trabalha como gerente de planejamento e líder da Conta Avon. A organização produz conteúdo feminista com o objetivo de empoderar mulheres por meio da informação. “Nossa luta é para que as mulheres possam ter mais escolhas, nunca menos, e também garantir que elas façam suas escolhas de maneira informada e consentida, sem que tenham que pedir desculpas por tais decisões”, explica o site da ONG.

A mediadora do debate é a professora Geovana Reis, diretora de Assuntos Educacionais, de Carreira e do Magistério Superior do Adufg Sindicato. “As mulheres tradicionalmente são tratadas como se não tivessem direito a participar da vida pública, então um espaço como esse do Ciclo leva a mulher a se ver como ativa participante nesse sentido. Esse debate contribui na luta por mais igualdade de direitos e participação na vida pública”, afirma Geovana.

Fonte: ADUFG-Sindicato


Novos docentes, outros desafios

Novos docentes, outros desafios

 18/09/2018

Em 1997 foi a vez do professor Márcio Florentino (FO) assumir a presidência do Adufg-Sindicato. O governo Fernando Henrique Cardoso (FHC) estava prestes a ser reeleito e a universidade não passava por um bom momento. Márcio era um professor recém-chegado [...]







3ª Caravana da ADUFRGS-Sindical chega a UFCSPA

3ª Caravana da ADUFRGS-Sindical chega a UFCSPA

 17/09/2018

Nessa quinta-feira, 13 de setembro, a ADUFRGS-Sindical realizou a 3ª Caravana na UFCSPA. O vice-presidente da ADUFRGS, professor Lucio Vieira, destacou o objetivo das caravanas, que é aproximar os professores do Sindicato. Por sua vez, a diretora de Assuntos da Carreira do [...]


Relembrando a Mostra Milton Santos

Relembrando a Mostra Milton Santos

 17/09/2018

Entre os dias 24 e 27 de junho de 2002 foi realizada pela primeira vez a Mostra Multicultural Milton Santos. Idealizada e realizada pelo Adufg-Sindicato, o evento cultural foi criado para debater a sociedade e a universidade com temas relevantes como o poder da mídia e a identidade [...]



Docentes do Norte e Nordeste aprovam Carta de Recife

Docentes do Norte e Nordeste aprovam Carta de Recife

 14/09/2018

A ADUFEPE realizou, nesta quinta-feira, 13, o I Encontro Norte e Nordeste de Associações e Sindicatos do Movimento Docente. O evento reuniu treze entidades, no auditório da ADUFEPE, que assinaram a Carta de Recife em Defesa da Universidade Pública. No documento [...]




ADUFG: Agências de pesquisa do Brasil anunciam cortes

ADUFG: Agências de pesquisa do Brasil anunciam cortes

 11/09/2018

Capes, CNPq, SBPC e Finep anunciaram que as atividades de ensino e pesquisa no Brasil estão comprometidas em 2019. O motivo é a grave crise fiscal do Governo e a Emenda Constitucional 95 (EC 95) que estabelece um teto máximo de gastos para o governo pelos próximos [...]




GO!Sites