PROIFES | Federação de Sindicatos de Professores e Professoras de Instituições Federais de Ensino Superior e de Ensino Básico Técnico e Tecnológico

Comunicação

Notícias Sindicatos Federados

Dia de luta para educação pública brasileira reúne milhares em Natal

Publicado em : 14/08/2019

Com a expressão da diversidade crítica do povo brasileiro, manifestação em defesa da educação e contra a política de cortes do governo de Jair Bolsonaro (PSL) levou milhares de pessoas às ruas da capital potiguar nesta terça-feira, 13 de agosto. Além dos cortes nos orçamentos das universidades e institutos federais, que já ultrapassam R$ 6 bilhões, estudantes e trabalhadores da educação também protestaram contra o programa Future-se, lançado pelo governo Bolsonaro e que pretende ampliar a participação de recursos da iniciativa privada nas instituições públicas de ensino superior. 

Ao longo do percurso, que seguiu do cruzamento das avenidas Bernardo Vieira e Salgado Filho em caminhada pela Hermes da Fonseca em direção à Praça da Árvore, no bairro de Mirassol, palavras de ordem, faixas, cartazes e artes denunciaram a tentativa do governo de retirar das IFES seu caráter público, propositivo e reflexivo, e reforçaram a necessidade de enfrentamento ao maior retrocesso social e de direitos trabalhistas e previdenciários.

Para o professor da Escola Agrícola da UFRN, Dárlio Inácio, diretor do ADURN-Sindicato, os atos são maneiras de continuar exercendo pressão sobre o governo e vêm expondo, desde os primeiros “tsunamis” realizados em maio, o incômodo de diversas classes sociais quanto ao desmonte da educação pública do país. “De caráter democrático, as manifestações têm unido diversos setores da sociedade numa ampla reação ao que significa o projeto desse governo para o país”, observa.

Marcada pela forte presença da juventude, a atividade em Natal estampou a defesa da “educação como única arma para mudar o Brasil”, em alusão ao principal símbolo da campanha do presidente Jair Bolsonaro, e mobilizou estudantes, especialmente universitários, a exemplo de Alana e Holda, “contra o projeto Future-se e contra a intenção do ministro da Educação em privatizar o ensino superior”.

UFRN

Mais cedo, o Departamento de Odontologia da UFRN realizou um debate sobre os riscos que o projeto Future-se representa ao futuro das Instituições Federais de Ensino Superior.

Com a presença do Sindicato dos Docentes da UFRN, ADURN-Sindicato, o debate levantou a necessidade das discussões levarem em conta a defesa da autonomia universitária e do caráter público, de excelência e inclusivo das IFES.

Redes sociais

Das praças, ruas e principais avenidas do país para o ambiente virtual, ao longo de quase todo o dia, a hashtag #Tsunami13Agosto manteve-se em primeiro lugar no Twitter, no Brasil.

Veja mais fotos AQUI.

Fonte: Ascom ADURN-Sindicato













Marcha das Margaridas reúne 100 mil pessoas em Brasília

Marcha das Margaridas reúne 100 mil pessoas em Brasília

 15/08/2019

O ADUFG-Sindicato participou nos dias 13 e 14 de agosto da maior ação de mulheres da América Latina, a Marcha das Margaridas. Pelo menos 100 mil pessoas ficaram acampadas no Pavilhão do Parque da Cidade Sara Kubitschek, antes de marcharem até a Esplanada dos [...]





GO!Sites