PROIFES | Federação de Sindicatos de Professores e Professoras de Instituições Federais de Ensino Superior e de Ensino Básico Técnico e Tecnológico

Comunicação

Notícias Sindicatos Federados

ADURN-Sindicato lança enquete para ouvir professores sobre aulas remotas na UFRN

Publicado em : 09/07/2020

O ADURN-Sindicato quer ouvir a opinião dos docentes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte a respeito das aulas remotas regulamentadas pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão. A consulta fica disponível das 22h do dia 8, às 12h do dia 13 de julho, para participar da enquete basta clicar AQUI. Todos os professores da UFRN que estão na ativa podem responder a pesquisa.

O Consep aprovou no dia 1º de junho, em caráter excepcional, a oferta de atividades remotas da graduação, da pós-graduação e do ensino básico, técnico e tecnológico na universidade. No entanto, a comunidade acadêmica foi excluída do debate.

As aulas presenciais na UFRN estão suspensas desde 17 de março em razão da pandemia provocada pelo novo Coronavírus. Todas as universidades públicas e privadas do Estado, bem como escolas da rede municipal, estadual e federal também estão sem aulas presenciais desde então.

O conjunto de universidades e escolas das redes pública e particular tirou de circulação mais de 1,2 milhão de pessoas, entre estudantes, professores e servidores.

Debate

O ADURN-Sindicato pretende, com a enquete, ter uma visão mais clara e ampla sobre o pensamento dos professores para aprofundar o debate com quem terá a responsabilidade de conduzir e orientar o processo pedagógico num momento tão delicado para o mundo.

Os professores serão questionados se aceitariam ministrar as aulas remotas e, em caso afirmativo, sob que condições. O retorno deverá ocorrer num semestre suplementar ou como continuação do que foi suspenso? O ano está perdido? O que o corpo docente sugere?

É importante que todos e todas participem da enquete para amplificar a voz dos professores e pressionar a reitoria a abrir o diálogo com a condução das aulas com a categoria.

Covid-19

O ADURN-Sindicato reforça também que a suspensão das atividades presenciais segue sendo necessária em razão da situação dramática da pandemia no país, provocada principalmente pela falta de comando do Governo Federal, que abandonou Estados e municípios à própria sorte.

O Brasil já ultrapassou a marca de 66 mil mortos por Covid-19 e mais de 1,6 milhão de pessoas já foram diagnosticadas com a doença.

No Rio Grande do Norte, o sistema de saúde entrou em colapso e mais de 1.200 pessoas já perderam a vida. Segundo dados oficiais da secretaria de Estado de Saúde Pública, mais de 35 mil potiguares já foram infectados pelo novo Coronavírus.

Fonte: Ascom ADURN-Sindicato




IFRS obtém a primeira patente

IFRS obtém a primeira patente

 04/08/2020

Nesta sexta-feira, 7 de agosto, às 11h, o “ADUFRGS Entrevista” conversa com o professor Juliano Cantarelli Toniolo (IFRS Campus Caxias do Sul) sobre a Cadeira de Rodas com Sistema Rotular Bilateral de Dobramento da Estrutura Frontal. O projeto, resultado da pesquisa [...]














GO!Sites