PROIFES | Federação de Sindicatos de Professores e Professoras de Instituições Federais de Ensino Superior e de Ensino Básico Técnico e Tecnológico

Comunicação

Notícias Proifes

PROIFES participa de posse da nova diretoria da UNE e de debate sobre o Future-se

Publicado em : 12/08/2019

‘’Em um momento de falta esperança para o povo brasileiro, é pra UNE que as pessoas olham. Nós carregamos essa capacidade nas mãos e nossa luta vai vencer esses tempos obscuros em que vivemos’’, falou o novo presidente da UNE Iago Montalvão ao tomar posse junto aos outros diretores da gestão 2019-2021 na noite da última sexta-feira, 9, na Faculdade de Economia e Administração da USP (FEA), em São Paulo.

O PROIFES-Federação participou da posse da nova diretoria da UNE representado por sua vice-presidente, Luciene Fernandes (APUB-Sindicato), junto com representantes da Fasubra, Sinasef, Marcha Mundial das Mulheres, Oclae, CTB, PTB, Unidade Popular, Consulta Popular, APG da USP, Andes, Andifes,PCB, UBES, UEE-SP, ANPG , o ex-senador Eduardo Suplicy, o deputado federal pelo PCdoB Orlando Silva e a presidenta do PT Gleisi Hoffmann (por vídeo), que ecoaram o grito de unidade entre os movimento sociais contra os desmandos do ministro da educação e de todo o governo Bolsonaro.

"Estamos aqui para continuar conquistando nossos direitos, das mulheres, negros e indígenas terem acesso às universidades. Tem um longo caminho pela frente, mas precisamos nos juntar nessa luta, porque o 15M e o 30M mostraram que isso é possível. No dia 13 vamos fazer uma grande greve", afirmou a vice-presidente do PROIFES-Federação em sua fala.

‘’Nós sabemos o papel do movimento estudantil na luta pela democracia no Brasil e, juntos, vamos vencer quem quer ferir de morte a educação nesse país. O Brasil necessita da UNE para defender a universidade, a ciência, e também para defender o nosso povo. Estamos juntos nessa luta’’, destacou Orlando Silva. ‘’Está muito claro a necessidade de estarmos unidos. Trabalhadores e estudantes. Temos de nos rebelar e construir um novo projeto de Brasil, uma alternativa a isso que estão nos impondo’’, falou.

No sábado, 10, a programação da cerimônia de posse na nova diretoria da UNE continuou com o debate "Devolvam nosso futuro - os riscos do Future-se para as universidades brasileiras", também com a presença de Luciene Fernandes.

TODOS ÀS RUAS

O dia 13 de agosto, data em que acontecerá o novo Tsunami pela educação, também foi consenso entre os participantes. Para eles, a resposta ao governo deve ser dada nas ruas.

‘’Temos de dialogar com as ruas, dialogar com as periferias. Todas as entidades de educação estão colocadas nesse projeto de unidade. Vamos às ruas para dizer que não aceitamos a retirada de direitos’’, falou o representante da Fasubra Antônio Alves.

Ao final da cerimônia, um vídeo foi exibido chamando a plateia para a construção do dia 13.

Ao relembrar a reunião com o ministro da educação, o presidente da UNE deixou claro a disposição dos estudantes em lutar por uma universidade plural e com autonomia.

‘’Hoje é nossa posse, mas já estávamos nas ruas antes e continuaremos nesse dia 13. O ministro nos pediu para fazermos adendos ao projeto de educação deles, o Future-se, e nós dizemos que não faremos adendos. Nós queremos derrubar esse projeto e construir uma alternativa que garanta as necessidades de todas e todos estudantes brasileiros’’, falou.

Com informações Ascom UNE

Fotos: CUCA/UNE














Sem dinheiro, CNPq deve suspender pagamento de bolsas

Sem dinheiro, CNPq deve suspender pagamento de bolsas

 16/08/2019

84 mil pesquisadores terão seus recursos cortados a partir de setembro se não houver uma ampliação imediata do orçamento do órgão. Conselho precisa de mais R$ 330 milhões para fechar as contas do ano. Mais de 80 mil pesquisadores em [...]




GO!Sites