PROIFES | Federação de Sindicatos de Professores e Professoras de Instituições Federais de Ensino Superior e de Ensino Básico Técnico e Tecnológico

Comunicação

Notícias Proifes

Para o PROIFES, nomeações de reitores não aprovados em consulta ferem autonomia universitária

Publicado em : 24/06/2019

Diante da nomeação do novo reitor da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), Luiz Fernando Resende dos Santos Anjo, nome não indicado na consulta a acadêmicos, técnicos e professores, o PROIFES-Federação expressa publicamente seu repúdio a mais um ato autoritário e desmedido do governo federal.

O desrespeito do governo de Jair Bolsonaro à nomeação do primeiro nome da Lista Tríplice fere gravemente a autonomia universitária, expressa no artigo 207 da Constituição Federal, em vigor. Trata-se de uma violação, sem precedentes, da autonomia das universidades públicas federais e é uma violência explícita contra a Educação.

Além da UFTM, na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), no Mato Grosso do Sul, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, designou a pedagoga Mirlene Ferreira Macedo Damázio como reitora em caráter temporário , e na   Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio), o Colégio Eleitoral não seguiu o resultado das urnas e encaminhou o nome que não passou pela consulta eleitoral.

Neste sentido, o PROIFES-Federação reitera seu compromisso com a defesa da autonomia universitária e liberdade de cátedra, condições necessárias e essenciais para que o progresso científico aconteça, e reforça a defesa da Democracia, do respeito à Constituição Federal de 1988 e da Educação.

PROIFES-Federação

















GO!Sites