PROIFES | Federação de Sindicatos de Professores e Professoras de Instituições Federais de Ensino Superior e de Ensino Básico Técnico e Tecnológico

Comunicação

Notícias Proifes

Frente Parlamentar garante que não haverá contingenciamento nas instituições federais de Goiás

Publicado em : 21/05/2019

Ontem, 20 de maio, representantes da Frente em Defesa da Valorização dos institutos federais se reuniram no Centro de Aulas Bloco D da Praça Universitária, em Goiânia, com o reitor e vice-reitora da UFG, Edward Madureira, Sandramara Matias Chaves, representantes do IFG, IFGoiano, comunidade acadêmica e presidentes das instituições sindicais que lutam pela Educação. Composta por parlamentares da bancada goiana, os deputados federais Rubens Otoni (PT), Flávia Morais (PDT), Elias Vaz (PSB), José Nelto (Podemos) e Adriano Avelar (PP) garantiram que lutarão para que não haja os cortes anunciados pelo governo Bolsonaro na Educação.

Edward Madureira, aproveitou o encontro para mostrar a relevância da UFG na formação da sociedade com um resumo do que a instituição representa por meio da sua produção intelectual, que tem destaque em publicações internacionais. “Já estamos em contingenciamento. Para se ter uma ideia, tem dois meses que a conta de energia elétrica está atrasada.  São mais de 30 mil alunos matriculados em nossos cursos com 2.600 docentes e 2.450 técnicos que atuam na UFG. Com esse corte anunciado, não vamos conseguir funcionar até outubro. Isso é lamentável, pois mais de 13 mil estudantes de baixa renda precisam de ajuda por meio das bolsas para conseguirem estudar”, expôs o reitor da UFG.

Os reitores do Instituto Federal de Goiás (IFG), Jerônimo Rodrigues, e do Instituto Federal Goiano (IFGoiano), Vicente Pereira, também apresentaram os dados institucionais, inclusive o descompasso entre o orçamento de investimento e de custeio. As três instituições de ensino apresentaram em dados a inviabilidade de manutenção de suas atividades até o final do ano.

A presença dos parlamentares no encontro foi uma resposta aos reitores de parceria e união, afirmou o deputado Rubens Otoni (PT). “Nossa presença é para vocês terem, em nós, instrumentos de articulação na organização da defesa da universidade e dos institutos federais”, disse. Por sua vez, o deputado Adriano Baldy (PP) apontou a disposição da bancada de Goiás em contribuir com as negociações junto ao MEC. “Vamos negociar. Busquemos o diálogo para que quem possa ganhar seja a população brasileira”.

O presidente do ADUFG-Sindicato, Flávio Alves da Silva, compôs a mesa diretiva da reunião e destacou que a bancada goiana é fundamental nessa luta em prol da Educação. “Com o apoio destes parlamentares podemos reverter essa situação. Eles serão o nosso elo com o governo federal. Esse apoio significa muito. Se continuar do jeito que está, a educação brasileira será privatizada”, garantiu Alves.

Estratégias

A coordenadora da bancada goiana no Congresso Nacional, Flávia Moraes (PDT), garantiu seu apoio. “Esse corte é terrível. Vai ficar insustentável o funcionamento das universidades. Estão todos temerosos. Nosso receio maior é que não haja mais universidade pública e os alunos terão que pagar mensalidades se quiserem estudar. Estaremos juntos para reverter este cenário. Essa causa é suprapartidária. A partir da data de hoje, já vamos traçar estratégias junto aos reitores e estamos à disposição para essa luta”, garantiu.

Fonte: Ascom ADUFG-Sindicato







FNPE: Todos firmes na greve geral

FNPE: Todos firmes na greve geral

 13/06/2019

O Fórum Nacional Popular de Educação (FNPE), composto por mais de 35 (trinta e cinco) entidades nacionais, vem a público reiterar seu integral compromisso em defesa da democracia, dos direitos de trabalhadores e trabalhadoras e de uma educação [...]



Professores da ADUFRGS aderem à greve geral de 14 de junho

Professores da ADUFRGS aderem à greve geral de 14 de junho

 12/06/2019

Consulta eletrônica com a categoria indicou 69,69% de votos a favor Por ampla maioria, os professores ativos da base da ADUFRGS-Sindical decidiram aderir à greve geral de 14 de junho, convocada nacionalmente pelas centrais sindicais contra a Reforma da Previdência e em [...]




ADUFG: Greve geral promete parar o País no dia 14 de junho

ADUFG: Greve geral promete parar o País no dia 14 de junho

 07/06/2019

A greve geral marcada para 14 de junho promete parar o País contra os retrocessos sinalizados pelo governo Bolsonaro. A convocação nacional das centrais sindicais tem a reforma da Previdência como alvo e ganhou fôlego ainda maior com o sucesso dos protestos em [...]


Diretoria da APUB visita unidades da UFBA

Diretoria da APUB visita unidades da UFBA

 07/06/2019

A diretoria da APUB esteve na manhã de hoje (07) em visitas na Escola Politécnica e na Escola de Belas Artes da UFBA, buscando mobilizar docentes para ampliar a defesa da Universidade Pública e convocando para a Greve Geral do dia 14 de junho contra a Reforma da [...]





GO!Sites