PROIFES | Federação de Sindicatos de Professores e Professoras de Instituições Federais de Ensino Superior e de Ensino Básico Técnico e Tecnológico

Comunicação

Notícias Proifes

Comitê Gestor do Observatório do Conhecimento discute fortalecimento da rede em Brasília

Publicado em : 16/04/2019

Reunido na Faculdade de Educação da UnB, Comitê Gestor do Observatório do Conhecimento discutiu na manhã desta terça-feira, 16, a necessidade de consolidar nova rede de Associações e Sindicatos de docentes da IFES para enfrentar de forma estruturada e coordenada os sistemáticos ataques à Educação Pública e os cortes no orçamento do ensino superior.

Com a presença de docentes, apoiadores, parlamentares, técnicos da área da educação, estudantes e representantes da sociedade civil, o Observatório do Conhecimento será lançado hoje no Anexo II da Câmara dos Deputados, a partir das 18h30.

Para o conjunto de entidades que compõem a iniciativa, a eleição do governo Bolsonaro aprofundou a crise econômica que já afeta as universidades e acentuou a perseguição ideológica aos professores. Neste contexto, o Observatório do Conhecimento vem fortalecer a capacidade de resistência da sociedade civil organizada frente aos retrocessos a conquistas e direitos.

Ao lado de outras associações e Sindicatos, o diretor de Comunicação do ADURN-Sindicato, Ruy Rocha, ressaltou importância da estruturação do Observatório no contexto de ameaças à Universidade Pública brasileira. “Uma iniciativa para permitir o diálogo com todos os setores da sociedade e os parlamentares para ampliar o alcance de mobilização”, pontuou.

Iniciativa suprapartidária e independente, o presidente da ADUFEPE, José Edeson Siqueira, ressaltou, ainda, o papel do Observatório do Conhecimento no enfrentamento também aos ataques ao movimento sindical docente. “Importante na perspectiva da reinvenção do debate da concepção do movimento docente”, argumentou.

Durante todo o dia, o grupo gestor cumpre agenda no Congresso Nacional, em Brasília, em visita aos parlamentares.

Fonte: Ascom ADURN-Sindicato














Sem dinheiro, CNPq deve suspender pagamento de bolsas

Sem dinheiro, CNPq deve suspender pagamento de bolsas

 16/08/2019

84 mil pesquisadores terão seus recursos cortados a partir de setembro se não houver uma ampliação imediata do orçamento do órgão. Conselho precisa de mais R$ 330 milhões para fechar as contas do ano. Mais de 80 mil pesquisadores em [...]




GO!Sites