PROIFES | Federação de Sindicatos de Professores e Professoras de Instituições Federais de Ensino Superior e de Ensino Básico Técnico e Tecnológico

Comunicação

Notícias Proifes

APUB adere à Campanha Conhecimento Sem Cortes e instala Tesourômetro na Universidade Federal da Bahia

Publicado em : 09/10/2017

Em vigor desde o mês de Junho, a Campanha Conhecimento Sem Cortes tem contribuído para denunciar o sucateamento das Instituições Federais de Ensino Superior e o desmonte da ciência brasileira; seu principal componente é o painel Tesourômetro, que mostra em tempo real a extensão dos cortes que têm sido promovidos desde 2015 e se intensificaram durante o governo ilegítimo de Michel Temer.

A Campanha foi idealizada pela Associação de Docentes da UFRJ, em parceria com outras entidades sindicais docentes e entidades científicas, entre elas a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). Segundo a presidenta da ADUFRJ, professora Tatiana Roque, a ideia era fazer uma campanha de mobilização social contra os cortes, portanto, a expansão sempre fez parte do planejamento: “a gente começou essa campanha aqui no dia 22 de junho, depois [o tesourômetro] foi instalado na UFMG através da nossa parceria com a Apubh, na reunião anual da SBPC, e depois em Brasília, através da nossa parceria com a Adunb”, explica.

A UFBA será a primeira universidade do Nordeste a receber o painel, que ficará ao lado do prédio da Reitoria. É uma iniciativa da Apub, com apoio da administração central da UFBA, Assufba e DCE. A inauguração está marcada para o dia 16 de outubro, data também da abertura do Congresso da UFBA. O presidente da SBPC, Ildeu Moreira estará presente para debater sobre a situação orçamentária da ciência e tecnologia e os riscos que a ausência de investimentos nessas áreas traz para o desenvolvimento do país. Outro convidado é o presidente da ADUFC Sindicato, professor Enio Pontes, que tem dado várias palestras pelo país a respeito dos cortes no financiamento das IFES. Haverá também uma representação do PROIFES.

A promoção de atos e debates é parte das atividades da Campanha. “Ela é uma campanha mais ampla, que incluiu esses tesourômetros, uma petição [online], que será entregue no Congresso Nacional dia 10 de outubro e inclui a produção de vários materiais esclarecendo, mostrando para a população o que é a universidade faz e porque é importante o investimento público tanto na universidade, quanto na pesquisa em ciência e tecnologia”, esclarece Tatiana Roque.

Para a presidenta da Apub, professora Luciene Fernandes, a Campanha é uma importante forma de denúncia dos cortes que “têm impactado significativamente a universidade e o trabalho docente”; é ainda uma oportunidade de esclarecer sobre o papel da universidade e da pesquisa científica, aproximando a população desses temas: “a produção e democratização do conhecimento são estratégicas para o desenvolvimento de um país com soberania nacional e justiça social. Precisamos mostrar isso para que toda sociedade se engaje nessa luta”, afirma.

Fonte: Ascom APUB-Sindicato

 














Nota de repúdio ao PLS 116/2017

Nota de repúdio ao PLS 116/2017

 05/10/2017

Nota de repúdio ao PLS 116/2017 A aprovação pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal, nesta quarta-feira, 4, do substitivo do Projeto de Lei do Senado (PLS) 116 de 2017 apresentado pelo relator Lasier Martins [...]



FNPE reafirma plano de lutas para a Conape

FNPE reafirma plano de lutas para a Conape

 04/10/2017

A institucionalização do acompanhamento do Plano Nacional de Educação (PNE) e de como suas estratégias e metas estão sendo tratadas; a constituição de um núcleo em Belo Horizonte, Minas Gerais, para a organização da [...]


GO!Sites