PROIFES | Federação de Sindicatos de Professores e Professoras de Instituições Federais de Ensino Superior e de Ensino Básico Técnico e Tecnológico

Comunicação

Notícias Proifes

ADURN-Sindicato solicita à reitoria realização de amplos debates sobre o Future-se

Publicado em : 14/08/2019

A promoção de um ciclo de debates na Universidade Federal do Rio Grande do Norte sobre a proposta governamental denominada “Future-se”. Esta foi a reivindicação apresentada pela diretoria do ADURN-Sindicato em audiência com o vice-reitor da UFRN, o professor Henio Ferreira de Miranda, na tarde desta quarta-feira, 14 de agosto.

Para o Sindicato, que já se posicionou contrário ao projeto que pretende ampliar a participação de recursos da iniciativa privada nas instituições públicas de ensino superior, é preciso ampliar as discussões para que sejam esclarecidos todos os pontos do texto.

“Consideramos importante que todos estejam esclarecidos em relação ao “Future-se”, como condição básica para posicionar-se, e isso certamente se dará a partir do conhecimento minucioso do texto e das implicações do programa, das justificativas que o apoiam, das críticas que vêm sendo feitas e da análise do contexto em que é proposto”, pontua ofício endereçado ao reitor, José Daniel Diniz.

A avaliação preliminar do Sindicato é que a minuta de projeto apresentada pelo governo Bolsonaro ameaça as carreiras do Magistério Superior e do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico e retira das Instituições Federais de Ensino Superior seu caráter público, propositivo e reflexivo.

O vice-reitor Henio Ferreira de Miranda disse que o projeto estará na pauta da reunião do Fórum de Reitores, a ser realizada ainda esta semana, em Mossoró, e do Conselho Pleno da Associação Nacional de Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), e que em seguida deverão promover discussões amplas com a comunidade acadêmica.

Num contexto de sucateamento das Universidades, ambos acordaram em estabelecer uma linha permanente de diálogo para que a defesa da UFRN, frente ao desmonte já implementado pelo governo federal e que começa a ter impacto no cotidiano dos professores, seja um dos elementos principais na construção das pautas para o segundo semestre de 2019.

Participaram da reunião com o vice-reitor, o presidente do Sindicato, Wellington Duarte, e os diretores Oswaldo Negrão e Roberval Pinheiro.

Fonte: Ascom ADURN-Sindicato














Sem dinheiro, CNPq deve suspender pagamento de bolsas

Sem dinheiro, CNPq deve suspender pagamento de bolsas

 16/08/2019

84 mil pesquisadores terão seus recursos cortados a partir de setembro se não houver uma ampliação imediata do orçamento do órgão. Conselho precisa de mais R$ 330 milhões para fechar as contas do ano. Mais de 80 mil pesquisadores em [...]




GO!Sites