PROIFES | Federação de Sindicatos de Professores e Professoras de Instituições Federais de Ensino Superior e de Ensino Básico Técnico e Tecnológico

Comunicação

Notícias Proifes

SINDIEDUTEC: A quem interessa uma eleição de Conselho Superior nas férias?

Publicado em : 30/01/2020

As inscrições para participar do processo eleitoral que escolherá os membros do Conselho Superior vão até domingo, dia 2 de fevereiro. A data, já definida desde o ano passado e publicada e edital desde o dia 20 de dezembro de 2019, só foi anunciada no site mais de um mês depois, na última sexta-feira, dia 24 quando as escolas estão praticamente vazias.

Ora, se o calendário já está disponível desde antes dos feriados e recessos de fim de ano, por que somente agora, há pouco mais de uma semana do fim do prazo e em pleno período de férias de docentes, discentes e boa parte dos TAEs; é que foi divulgada a data final para as inscrições?

Quando ponderamos que o CONSUP é o órgão máximo do IFPR, posto que possui caráter consultivo e deliberativo sobre a criação de cursos, aprovação de normas, de propostas orçamentárias anuais, de projetos político-pedagógicos, de organização didática, inclusive de autorizar o Reitor a conferir títulos de mérito acadêmico, dentre outras atribuições não menos importantes para o IFPR, podemos nos perguntar: A quem interessa uma eleição de Conselho Superior nas férias?

Um órgão dessa magnitude e importância não deveria ter suas inscrições para eleição de membros ampla e abertamente divulgadas por tempo suficiente para que todos e todas pudessem estar cientes e para que os interessados e interessadas já estivessem organizados e preparados para a disputa das cadeiras no CONSUP? Este não é um órgão que pressupõe a participação democrática de todos e todas que fazem cotidianamente o IFPR?

O SINDIEDUTEC questiona que a divulgação do processo eleitoral se dê de maneira incipiente por que entende, sobretudo, que o IFPR é uma instituição de educação pública, gratuita e de qualidade que precisa mais do que nunca se fortalecer democraticamente diante dos inúmeros ataques que sofremos no primeiro ano de Bolsonaro e ainda vamos sofrer sob a gestão Weintraub do MEC. Não podemos estar despreparados nem desavisados.

Rosangela Oliveira


Ensino remoto é discutido em Assembleia do Adufg

Ensino remoto é discutido em Assembleia do Adufg

 03/07/2020

Questões relacionadas ao ensino remoto foram discutidas na tarde desta quinta-feira (02/07), em Assembleia Geral Extraordinária promovida pelo Sindicato dos Docentes das Universidades Federais de Goiás (Adufg-Sindicato). Por causa da pandemia do novo coronavírus [...]
















GO!Sites