PROIFES | Federação de Sindicatos de Professores e Professoras de Instituições Federais de Ensino Superior e de Ensino Básico Técnico e Tecnológico

Comunicação

Notícias Proifes

A pessoa idosa no contexto da pandemia é tema de debate em projeto do Decom

Publicado em : 28/07/2020

Ação de extensão Encontros dialógicos: vidas e vozes que importam visa discutir temáticas relacionadas à intensificação das ameaças de saúde e de direitos humanos no contexto da Covid-19.

Na próxima quarta-feira (29/07), das 16h às 18h30, na plataforma Google Meet (https://meet.google.com/gaw-uibh-bwc), será realizada mais uma reunião do projeto ENCONTROS DIALÓGICOS: VIDAS E VOZES QUE IMPORTAM, com o tema “A pessoa idosa e o aprofundamento das desigualdades e discriminações na pandemia”. Ao todo, serão dez oportunidades de contribuir com o processo de enfrentamento das violações de direitos aprofundadas no atual cenário da pandemia do Covid-19. As reuniões são abertas aos públicos interno e externo à universidade.

Esta semana, os convidados são: Graça Leal, militante e Ativista Social na luta pelo Bem Viver; Terapeuta Corporal e Sub Coordenadora do PROARTE - Programa do Artesanat do RN; Fátima costa, cientista social, professora aposentada do Estado de Pernambuco e membro da Sociedade São Vicente de Paulo, uma organização membro da ONU, presente em 150 países, que ajuda pessoas em situação de vulnerabilidade; Irene Cardoso, promotora de Justiça do Ministério Público de Pernambuco/MPPE, coordenadora do Grupo de Trabalho sobre o Racismo, do MPPE e integrante do Coletivo Transforma do Ministério Público; e Gilka Silva Pimentel - Vice presidenta do Adurn - Sindicato dos professores da UFRN; Pedagoga pela UFRN. Especialista em psicopedagogia. Coordenadora de inclusão do NEI/ Cap/ UFRN. Mestre em educação/UFRN.

Em cada encontro semanal, de junho a agosto, vamos dialogar, com representantes da sociedade civil e do sistema de justiça, sobre as populações, comunidades, territórios e grupos em situação de vulnerabilidade e hipervulnerabilidade. O foco das discussões são as ameaças à saúde acompanhadas da intensificação das históricas violências aos seus direitos humanos mais básicos, como o direito à vida, à àgua, à alimentação, à educação, à cultura, à acessibilidade, à moradia, à terra, ao trabalho, à liberdade de expressão e à comunicação.

Portanto, a escolha por realizar os Encontros Dialógicos: Vidas e Vozes que importam surge no bojo do agravamento das violações dos direitos humanos no continente americano. A pandemia expôs, como nunca, a ferida colonial das discriminações e das desigualdades civis, políticas, econômicas, sociais, culturais, ambientais, sexuais e comunicacionais. As temáticas escolhidas visam, de igual maneira, contribuir com a produção de conhecimento crítico sobre uma América marcada pelo sangue dos corpos negros e indígenas, sobre um conceito de humanidade construído a partir da opressão e exploração dos povos periféricos/do sul do mundo; e sobre uma experiência de “comunicação” forjada nos silêncios e invisibilidades impostas.

O projeto ENCONTROS DIALÓGICOS: VIDAS E VOZES QUE IMPORTAM, coordenado pelas professoras e pesquisadoras Aline Lucena e Patrícia Paixão, consiste numa ação de extensão do Departamento de Comunicação Social (Decom), integrada às atividades do Observatório Latino Americano de Comunicação, Mídias e Direitos Humanos (Amaru), do grupo de pesquisa Epistemologias e Práticas Transformadoras em Comunicação, Mídias e Cultura (Ecomsul), do grupo de estudos Epistemologias Subalternas em Comunicação (DesCom) e com participação de estudantes do Programa de Pós-graduação em Estudos da Mídia (PPgEM). Nesta edição, o evento contará com a parceria do Comitê de Serviços de Tradução e Interpretação de LIBRAS da Secretaria de Inclusão e Acessibilidade - SIA / UFRN. Essa ação pretende contribuir com o processo de enfrentamento das desigualdades e discriminações recrudescidas no atual cenário da pandemia do Covid-19.

SERVIÇO

ENCONTROS DIALÓGICOS: VIDAS E VOZES QUE IMPORTAM

DATA: 29 de julho

HORÁRIO: 16h-18h30

TEMA: A pessoa idosa e o aprofundamento das desigualdades e discriminações na pandemia.

ONDE ACESSAR: https://meet.google.com/gaw-uibh-bwc

MAIS INFORMAÇÕES: Profª. Aline Lucena (aline.lucena@gmail.com)

Fonte: Ascom ADURN-Sindicato


IFRS obtém a primeira patente

IFRS obtém a primeira patente

 04/08/2020

Nesta sexta-feira, 7 de agosto, às 11h, o “ADUFRGS Entrevista” conversa com o professor Juliano Cantarelli Toniolo (IFRS Campus Caxias do Sul) sobre a Cadeira de Rodas com Sistema Rotular Bilateral de Dobramento da Estrutura Frontal. O projeto, resultado da pesquisa [...]
















GO!Sites