PROIFES | Federação de Sindicatos de Professores e Professoras de Instituições Federais de Ensino Superior e de Ensino Básico Técnico e Tecnológico

Comunicação

Notícias Proifes

A educação infantil em tempo de pandemia será debatida remotamente por profissionais e gestores nesta quarta

Publicado em : 22/06/2020

Fechamento de escolas, trabalho remoto, distanciamento físico. A pandemia da COVID-19 transformou a vida familiar e profissional no mundo todo. Para crianças que estão na primeira etapa da educação básica, constituída pela creche (0 a 3 anos) e pré-escola (4 e 5 anos), lugares que antes eram de entretenimento, brincadeiras ou para descanso, se tornaram salas de aula há meses.

E é para discutir os desafios da educação na primeira infância que o Sindicato dos Professores da UFRN vai reunir professores, gestores públicos e profissionais das áreas da saúde e de educação infantil para debater remotamente essa situação desafiadora. 

Com o tema “Diálogos Intersetoriais para pensar a Educação da Infância em tempos de distanciamento social”, o debate acontece às 9h desta quarta (24), no canal Youtube do ADURN-Sindicato (https://bit.ly/36F5ngd) e será mediado pela professora do Núcleo de Educação para Infância (NEI) da UFRN, Gilka Pimentel,  vice-presidente do ADURN-Sindicato, com exposição das professoras Maria Carmem Barbosa, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e membro do Movimento Interfóruns de Educação Infantil, Denise Carvalho, do Fórum de Educação Infantil, e Bárbara Coutinho, pedagoga do NEI/UFRN, e do médico sanitarista, pesquisador do LAÍS/UFRN, Íon Andrade.

Expositores

Maria Carmem Barbosa

Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1983), especialista em Alfabetização em Classes Populares pelo GEEMPA (1984) e em Problemas no Desenvolvimento Infantil pelo Centro Lidia Coriat (1995), mestre em Planejamento em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1987), Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2000) e Pós-doutora pela Universitat de Vic, Catalunya, Espanha (2013). Atualmente é Professora Titular na Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e atua como Professora Permanente no Programa de Pós-Graduação em Educação, na Linha de Pesquisa: Estudos sobre as Infâncias e como Professora Colaboradora no Programa de Mestrado em Educação da Universidade de Santa Cruz do Sul na Linha de Pesquisa Aprendizagem, Tecnologias e Linguagens na Educação. Foi coordenadora do GT 07 - Educação de crianças de 0 a 6 anos, da Anped e participou do Comitê Científico da mesma entidade. É editora da Revista Pátio - Educação infantil e da Revista Infancialatinoamericana em colaboração com oito países. Participa como Comitê Editorial e avaliadora ad-hoc em outras revistas científicas. Atua no Grupo de Estudos em Educação Infantil e Infância - GEIN e como Líder de Pesquisa no CLIQUE - Grupo de pesquisa em linguagens, Currículo e Cotidiano de bebês e crianças pequenas. Orienta teses e dissertações nos seguintes temas: educação básica, educação infantil, infância, formação de professores, creche, pré-escola e alfabetização. Participa do Movimento Interfóruns de Educação Infantil - MIEIB e participou como consultora de Currículo da COEDI/SEB/MEC entre 2008-2016.

Denise Carvalho

Mestrado e Doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1999). Pós-Doutorado em Educação (2010) pela Universidade de Coimbra. Atualmente é Professor Associado IV da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e atua na graduação em Pedagogia e no Programa de Pós-Graduação em Educação na Linha de Pesquisa Educação, Currículo e Práticas Pedagógicas. Coordena Grupo de Pesquisa Crianças, Infâncias, Cultura e Educação. Experiência nas áreas de Educação Básica e Ensino Superior. Investigações privilegiam processos de aprendizagem, desenvolvimento e educação de crianças (Educação Infantil e anos iniciais do Ensino Fundamental) e de adultos (Formação de Professores - inicial e continuada) com foco na aprendizagem e desenvolvimento da(s) linguagem(ens) oral escrita e implicações para as práticas pedagógicas. 

Bárbara Coutinho

Professora do Núcleo de Educação da Infância (NEI) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Mestra em Educação, especialista em Estudos Sobre a Linguagem e graduada em Pedagogia pela UFRN.

Íon Andrade

Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1990), e em Língua e Literatura Francesa - Université de Nancy II/Aliança Francesa de Natal (1995), mestrado em Pediatria e Ciências Aplicadas à Pediatria pela Universidade Federal de São Paulo (1999), Doutorado em Ciências da Saúde/Medicina 2 pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2008). É pesquisador e professor do Curso de Medicina da Universidade Potiguar e médico/pesquisador ligado à Escola Técnica do SUS RN/CEFOPE da Secretaria de Estado da Saúde Pública. Tem experiência nas áreas de Pediatria, Epidemiologia, com ênfase para as arboviroses, Gestão de Saúde, Ensino Médico.

Gilka Pimentel

Possui graduação em Pedagogia pela UFRN. Especialização em Psicopedagogia, Mestrado em Educação pelo Programa de Pós Graduação em Educação da UFRN. Foi coordenadora pedagógica na área da educação infantil do Núcleo de Educação da Infância - NEI/CAP (2002-2004), coordenadora pedagógica do ensino fundamental (2010 - 2012), e hoje na na coordenação de inclusão do NEI. Está como vice-presidente do ADURN-Sindicato e diretora de Comunicação do PROIFES-Federação.

Fonte: Ascom ADURN-Sindicato


Ensino remoto é discutido em Assembleia do Adufg

Ensino remoto é discutido em Assembleia do Adufg

 03/07/2020

Questões relacionadas ao ensino remoto foram discutidas na tarde desta quinta-feira (02/07), em Assembleia Geral Extraordinária promovida pelo Sindicato dos Docentes das Universidades Federais de Goiás (Adufg-Sindicato). Por causa da pandemia do novo coronavírus [...]
















GO!Sites